ÁREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE E SUA IMPORTÂNCIA AMBIENTAL NA PREVENÇÃO DA PERDA DE SOLO POR EROSÃO EM BACIAS HIDROGRÁFICAS

  • Fernanda da Silva PAES UNIFEI
  • Francisco Antônio DUPAS UNIFEI
  • Fernando das Graças Braga da SILVA UNIFEI
  • Júlio César Domingos PEREIRA UNIFEI

Resumo

O presente trabalho objetivou a simulação da perda de solo para cenários estabelecidos em função da análise da integridade de Áreas de Preservação Permanente, visando observar o papel de tais áreas mediante a prevenção e atenuação de processos erosivos. Os cenários foram implementados através da aplicação do modelo empírico EUPS - Equação Universal de Perda de Solo, em ambiente do SIG Idrisi 15.0, tendo como área de estudo o conjunto de bacias hidrográficas que compõem o município de Santa Rita do Sapucaí . MG. Os resultados demonstraram que a recuperação das Áreas de Preservação Permanente contribui com a redução das perdas de solo. A redução de áreas com perda de solo considerada alta apresentou-se significativa, pois grande parte das APP.s em estudo encontra-se espacialmente contextualizadas em pontos frágeis quanto à erosão. As APP.s ao longo dos cursos d.água foram as mais representativas na área de estudo e exerceram um importante papel sobre a redução das perdas de solo. Também as APP.s em topos de morro e linhas de cumeada, em função da topografia da área de estudo, proporcionaram substancial redução nas perdas
Publicado
2014-10-31
Seção
Artigos