LEIS AMBIENTAIS E IMAGENS DE ALTA RESOLUÇÃO DO SATÉLITE QUICKBIRD APLICADAS À ANÁLISE DE UMA ÁREA DA MATA ATLÂNTICA, RS

  • Eduardo da Silva PINHEIRO Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul – FZB
  • Hermann Johann Heinrich KUX Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – INPE

Resumo

Em 1994, o Centro de Pesquisas e Conservação da Natureza PRÓ-MATA foi criado para desenvolver estudos e ações visando proteger e recuperar os ecossistemas de um setor da Mata Atlântica no Rio Grande do Sul. O Projeto foi concebido no âmbito de uma cooperação entre a Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) e a Universidade alemã de Tübingen. Este trabalho apresenta os resultados de uma pesquisa realizada no área do PRÓ-MATA, na qual foram utilizadas imagens com alta resolução do satélite QuickBird. Para realizar o estudo foi utilizada a ferramenta SIG associada às leis ambientais brasileiras. A análise geográfica consistiu no mapeamento das áreas de preservação permanente (APP), estudo do entorno e determinação das áreas com vulnerabilidade à ação antrópica. As imagens QuickBird permitiram uma análise detalhada da área estudada. Na área mapeada 46,05% são considerados APP, as principais atividades no entorno são a agricultura de subsistência e a pecuária. Palavras-chave: Mata Atlântica; Leis ambientais; QuickBird, SIG.
Seção
Artigos