Influência da atividade física e a ingestão de cálcio na osteoporose.

  • Bráulio Rodrigues de Almeida Junior Mestrando em Biodinâmica do Movimento Humano - Escola de Educação Física - USP, São Paulo
  • Rubens Lombardi Rodrigues Prof. Titular - Departamento de Esporte - Escola de Educação Física - USP, São Paulo

Abstract

osteoporose é, atualmente, um dos maiores problemas de saúde pública mundial. Acredita-se que a prática de atividades físicas e a alimentação suficiente em cálcio sejam fatores que contribuem para a prevenção desta doença. Com o objetivo de se verificar a propriedade desta afirmação, pesquisou-se, através de questionário, o histórico de prática de atividades físicas, presença de cálcio na alimentação e hábitos de vida de 100 mulheres, saudáveis, todas em processo de menopausa ou pós-menopausa, divididas em dois grupos: o primeiro com 50 portadoras de osteoporose (PO) e o segundo com 50 não-portadoras de osteoporose (controle), condição clínica diagnosticada por meio de exame de densitometria óssea. Analisando-se estatísticamente os dados obtidos, chegou-se à conclusão de que a prática de atividades físicas que produzem carga sobre o tecido ósseo e a alimentação suficiente em cálcio são fatores essenciais na prevenção da osteoporose, principalmente quando ocorrem na adolescência e pré-adolescência, não exercendo porém, efeito protetor sobre a massa óssea em situações de forte deprivação hormonal, como nos primeiros 5 anos após o início da menopausa, onde o estado hormonal é fator preponderante sobre a massa óssea.

Author Biographies

Bráulio Rodrigues de Almeida Junior, Mestrando em Biodinâmica do Movimento Humano - Escola de Educação Física - USP, São Paulo
Professor de Educação Física, com 22 anos de atuação profissional. Mestrado: USP - Educação Física; Especialização: SENAC: Lazer e Animação Sociocultural; Licenciado em Educação Física e Técnico em Desportos - UFPE (1988); Formado em Pedagogia Waldorf para Professores de Educação Física. Experiência docente (7 anos): Professor de Pós-graduação: SENAC-SP; Professor universitário de Graduação: Uniítalo, UNG, UniSant Anna; Faculdades Interlagos (FINTEC) e Uninove. 8 anos de atuação no SESC Pompéia-SP: Monitor de Esportes, coordenação de professores e estagiários, organização de eventos esportivos, de lazer e culturais. 1,5 anos como Orientador de Esportes e Lazer no SESI - Jundiaí - SP. Fluente em Inglês e Italiano.
Rubens Lombardi Rodrigues, Prof. Titular - Departamento de Esporte - Escola de Educação Física - USP, São Paulo
Possui graduação pela Universidade de São Paulo(1977). Atualmente é PROFESSOR DOUTOR da Universidade de São Paulo, MEMBRO DO CONSELHO CIENTIFICO da , ASSISTENTE ADJUNTO da , CHEFE DE GRUPO da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e CHEFE DE CLINICA da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. Tem experiência na área de Saúde Coletiva, com ênfase em Medicina Preventiva.
Section
Invited Paper and Award Paper