A INFLUÊNCIA DA RESOLUÇÃO ESPACIAL NA ESTIMATIVA DA DIMENSÃO FRACTAL DE LINHAS DE COSTA: UM EXEMPLO PARA O ARQUIPÉLAGO DE FERNANDO DE NORONHA – BRASIL

  • Thiago Salomão de AZEVEDO UNESP

Resumo

A organização e a representação computacional de mapas em Sistemas de Informação Geográfica é composta basicamente por duas classes: vetorial e matricial Na classe vetorial, a representação de um elemento ou objeto é uma tentativa de reproduzi-lo o mais exatamente possível. Qualquer entidade ou elemento gráfico de um mapa é reproduzido em três formas básicas; pontos, linhas e polígonos (CÂMARA; MEDEIROS, 1998). A representação matricial ou raster consiste no uso de uma malha quadriculada regular sobre a qual se constrói, célula a célula, o elemento que está sendo representado. A cada célula, atribui-se um código referente ao atributo estudado de tal forma que o computador saiba que um elemento ou objeto pertence à determinada célula (CÂMARA; MEDEIROS, 1998 e JOHNSTON, 1998). Neste tipo de estrutura, o espaço é representado como uma matriz Amn composta de m colunas e n linhas, onde cada célula possui um número de linha, um número de coluna e um valor correspondente ao atributo estudado e cada célula é individualmente acessada pelas suas coordenadas. Desta forma a representação matricial supõe que o espaço pode ser tratado como uma superfície plana, onde cada célula é associada a uma porção do terreno. A resolução do sistema é dada pela relação entre o tamanho da célula no mapa e a área por ela coberta no terreno (CÂMARA; MEDEIROS, 1998). Segundo Lawrence; Ripple (1996) e Mladenoff (1997), a variação da resolução, ou do nível de detalhe das feições espaciais contidas em um mapa, é responsável por distorções nos valores de área, perímetro, número e forma dos objetos. Conseqüentemente estas distorções podem influenciar as variações da dimensão fractal (D) da linha de costa, objeto de estudo deste trabalho. Desta maneira, o cálculo da dimensão fractal, à luz dos Sistemas de Informação Geográfica, baseados em mapas estruturados no formato matricial (raster), pode apresentar variações na sua estimativa. Face a este problema, efetuamos um teste para avaliar o efeito da resolução espacial na estimativa da dimensão fractal (D) da linha de costa localizada na ilha de Fernando de Noronha – litoral de Pernambuco.
Publicado
2008-04-23
Seção
Notas e Resenhas