APROXIMAÇÕES ENTRE MONTEIRO LOBATO E A RELAÇÃO GEOGRAFIA-LITERATURA INFANTIL NA ESPANHA DOS 1900

  • Filipe Rafael GRACIOLI UNESP - Instituto de Biociências de Rio Claro
  • João Pedro PEZZATO UNESP - Instituto de Biociências de Rio Claro

Resumo

As proximidades entre a Geografia e a literatura vêm de longa data e têm contribuído para a formação do corpo de conhecimentos geográficos ao longo do último século. O contexto das produções literárias, didática e infantil, como gêneros discursivos dominantes na camada letrada da sociedade europeia do primeiro terço do século XX (1900-1935), na qual se insere a produção literária espanhola, assemelha-se, qualitativamente, ao contexto escolar vivido no Brasil do mesmo período, quando a literatura infanto-juvenil de Monteiro Lobato interpôs-se como divisora de concepções ideológicas. Em vista dessas constatações, este estudo investigou a maneira como se deu o desenvolvimento da literatura infantil no período considerado para o contexto espanhol, e de que forma os conhecimentos vinculados à Geografia escolar e científica influenciaram esse desenvolvimento, buscando pelos indícios da presença do pensamento de Monteiro Lobato nesse ínterim
Publicado
2015-07-20
Seção
Artigos