A GEOGRAFIA DOS RISCOS NOS CENÁRIOS DA PRÁTICA DOCENTE: LIMITES E POTENCIALIDADES PARA A EDUCAÇÃO GEOGRÁFICA

  • Jeani Delgado Paschoal MOURA Universidade Estadual de Londrina
  • Eduardo MARANDOLA JÚNIOR Unicamp

Resumo

Tendo em vista a demanda pela qualificação de professores-pesquisadores que promovam o desenvolvimento da percepção e da compreensão de situações adversas, capacitando pessoas para responder às tramas do viver em risco, esta pesquisa investiga a Proposta Curricular de Ciências Humanas e suas Tecnologias, da Secretaria de Educação de São Paulo (SEE/SP), no direcionamento do trabalho com a geografia dos riscos na realidade escolar. Fundamenta-se na abordagem humanista-fenomenológica e centraliza as discussões nos limites e potencialidades da referida proposta curricular para direcionar o trabalho docente no movimento de valorização da experiência dos sujeitos sociais e das formas de apreensão da dimensão espacial dos riscos e das vulnerabilidades a que estão expostos em sua cotidianidade. Os resultados permitiram avançar na discussão sobre o lugar do ensino da geografia dos riscos no currículo e na prática docente, bem como a proposição de abordagens mobilizadoras de mudança na perspectiva do olhar sobre os perigos e vulnerabilidades dos lugares, contribuindo para a constituição de comunidades resilientes.
Publicado
2016-10-07
Seção
Artigos