ESTUDO BIOGEOGRÁFICO DAS ÁREAS VERDES DE DUAS CIDADES MÉDIAS DO INTERIOR PAULISTA: PIRACICABA E RIO CLARO

  • Helmut TROPPMAIR

Resumo

O presente trabalho é um estudo comparativo entre as áreas verdes de duas cidades médias do interior paulista. Após expor as técnicas empregadas, segue a análise da evolução das cidades, mostrando-se a falta de planejamento na ocupação do espaço urbano, o que vem se refletir, de modo negativo, sobre a existência de áreas verdes. Na vegetação urbana, o autor diferencia: a) vegetação de fundo de quintal e b) áreas verdes de lazer (parques e jardins). Associando os dados das áreas verdes com os da população e veículos automotores, o trabalho conclui que há insuficiência de áreas verdes (Piracicaba = 0,1 m²/hab. e Rio Claro = 2,8 m²/hab.) apresentando, para elevar estes índices, várias sugestões.

Biografia do Autor

Helmut TROPPMAIR

Departamento de Geografia e Planejamento Regional, Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Rio Claro, Universidade Júlio de Mesquita Filho.

Publicado
2020-03-21
Seção
Artigos

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>