EVOLUÇÃO DO USO DA TERRA EM UMA BACIA DE CAPTAÇÃO DE ÁGUA DO SUDOESTE DA BAHIA

  • Jacson Tavares de OLIVEIRA CEFET
  • Ana Maria Souza dos Santos MOREAU uesc
  • Arlicélio de Queiroz PAIVA uesc
  • Agna Almeida MENEZES uesc
  • Thiara Messias de ALMEIDA PRODEMA/UESC

Resumo

A Bacia de Captação das barragens Água Fria I e II, em Barra do Choça (BA), é de grande importância estratégica para o desenvolvimento regional, pois abastece aproximadamente 300 mil pessoas numa região carente em reservas hídricas. Destaca-se por possuir atividades ligadas a terra, de maneira especial, a agricultura e a pecuária. No entanto, a substituição da vegetação natural por cultivos intensivos tem provocado modificações ambientais, refletindo em prejuízos à infiltração e armazenamento de água. Assim, objetivou-se, com o presente trabalho, analisar as modificações de uso e ocupação da terra na referida bacia, de 1974 a 2004. Para tal, foram utilizadas fotografias aéreas, na escala 1:100.000, pancromática, SSRH V SACS – 1974, da folha SD 24-Y-A-III-1975 e imagens de satélite do Sistema Landsat 5 TM, na escala 1:50.000, colorida, nas combinações das bandas 3, 4 e 5 para o ano de 2004. Os mapas temáticos foram elaborados usando o Sistema de Informação Geográfica (SIG), empregando-se o software Map Viewer 6.0. No período analisado, houve expansão das áreas de café (228%), cultivos diversos (45%) e pastagem e redução das áreas de mata nativa (-74%) e vegetação secundária (-81%). Em 2004, constatou-se que apenas 15,7% da área indicada para preservação permanente eram ocupados por floresta. Palavras-chave: Meio ambiente. Geoprocessamento. Solo. Café
Publicado
2008-10-16
Seção
Artigos