MÉTRICAS DA PAISAGEM NA CARACTERIZAÇÃO DA EVOLUÇÃO DA OCUPAÇÃO DA AMAZÔNIA

  • Jorge Luis Gavina PEREIRA INPE
  • Getulio Teixeira BATISTA Universidade de Taubaté – Departamento de Ciências Agrárias
  • Marcelo Cordeiro THALÊS INPE
  • Dar A. ROBERTS University of California at Santa Barbara - Department of Geography
  • Adriano VENTURIERI Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Centro de Pesquisas Agropecuária do Trópico Úmido

Resumo

As mudanças de uso e cobertura da terra nos trópicos resultam em vários impactos sobre o meio-ambiente. Uma forma de caracterizar mudanças de uso e cobertura da terra é utilizando-se métricas da paisagem. Este trabalho teve como objetivo caracterizar a evolução da paisagem de uma área do centro-leste do Estado do Pará, no período de 1973 a 1997, utilizado-se métricas da paisagem calculadas através de software específico. Observou-se uma diminuição drástica da área de floresta, acompanhada por um aumento significativo das áreas de pastagem. O número de manchas da área de estudo aumentou, enquanto que o tamanho médio das manchas da paisagem diminuiu. A densidade de bordas também apresentou um grande aumento. A distância média entre vizinhos mais próximos, ao longo dos anos, não apresentou uma grande variação para a classe floresta, tendo sido, contudo, observada uma diminuição da distância média entre as manchas de pasto no período estudado. Apenas 5% da área de floresta encontrava-se a mais de 500 m de uma borda, no ano de 1997, o que implica numa intensa degradação da floresta na área estudada. Palavras chave: Ecologia da Paisagem, Mudança de Uso e Cobertura da Terra, Amazônia, Sensoriamento Remoto.
Publicado
2008-10-21
Seção
Artigos