RIO CLARO, SEMANAS DE OUTONO. COMO ENSINAR “HPG” EM SESSENTA HORAS? (RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA NÃO INCOMUM)

  • Dante Flávio da Costa REIS JÚNIOR UNICAMP

Resumo

or um período que se estendeu entre os dias 5 de Março e 27 de Junho de 2007, assumimos duas turmas de primeiro-ano do curso de Geografia da UNESP, Campus Rio Claro. Coube-nos ministrar “História do Pensamento Geográfico” (HPG), para classes dos períodos diurno (Bacharelado) e noturno (Licenciatura). Nesta ocasião – tal como numa precedente (entre os mesmos meses, em 2005) –, substituímos o docente então responsável pela disciplina, Professor Doutor José Carlos Godoy Camargo; quem, gentilmente, nos confiou a responsabilidade. Honrosa, a experiência previa, contudo, um detalhe aflitivo. Há pouquíssimas obras que, em língua portuguesa, tratem precisamente dos temas atinentes à disciplina. Ademais, nas referências disponíveis (em geral, volumes de tamanho modesto) seu leitor fica sujeito a uma versão demasiado concisa das transformações e dos episódios a elas referentes – no final, nada menos que os dois objetos da disciplina HPG; e que seria bom esclarecermos antes de seguir.
Publicado
2009-10-26
Seção
Notas e Resenhas

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>