CARACTERIZAÇÃO DAS ENCHENTES NA AREA URBANA DE RIBEIRÃO PRETO (SP): UM ENFOQUE ATRAVÉS DAS NOTICIAS DE JORNAL

  • Diego Correa MAIA
  • Sandra Elisa Contri PITTON UNESP

Resumo

Nos últimos 15 anos as enchentes e a densidade demográfica de Ribeirão Preto aumentaram consideravelmente. As inundações em Ribeirão Preto são presentes na área urbana desde o início do século XX. As notícias de jornal veiculadas pela Folha Nordeste - SP e Folha Ribeirão, na ausência de dados climáticos e históricos sobre as enchentes, demonstraram ser uma fonte valiosa na caracterização das enchentes na área urbana de Ribeirão Preto. Em 17 anos de análise dos episódios de inundação na área urbana de Ribeirão Preto, conforme noticiado pelos jornais, mostram 45 ocorrências, ou seja, em média cerca de 3 inundações/ano, o que revela grande freqüência do fenômeno. Os índices mostram que praticamente todo ano, entre os meses de outubro a março, têm-se enchentes na área urbana, com saldo de grandes prejuízos à população. Em todas as enchentes ocorridas no período da análise, a circulação atmosférica favorecia os impactos na área urbana de Ribeirão Preto pela geração de chuvas na região onde se localiza a cidade. Na ausência de dados climáticos dentro da área urbana, a instalação de pluviômetros auxiliou a comprovação do aumento das chuvas dentro da área urbana em função da atuação do clima urbano. Palavras-chave: Enchentes. Notícias de jornal. Área urbana. Instalação de pluviômetros.
Publicado
2009-11-02
Seção
Artigos