MODELOS HÍBRIDOS DE AGRICULTURA EM UM FAXINAL PARANAENSE: CONFLUÊNCIA DE IMAGINÁRIOS E DE SABERES DE PAISAGENS

  • Nicolas FLORIANI UEPG
  • Silvia Méri CARVALHO UEPG
  • Dimas FLORIANI UFPR
  • Andrea Aparecida Inácio da SILVA UEPG
  • Juliano STRACHULSKI UEPG

Resumo

Os Faxinais paranaenses são um modo tradicional de vida e de uso dos recursos naturais existente no Brasil. Sua formação espacial resulta na configuração de paisagens que integram, em diferentes níveis de sustentabilidade socioambiental, o ecossistema Floresta com Araucária às pequenas comunidades de agricultores tradicionais que utilizam os recursos em regime de apropriação comunitária. Atualmente, os faxinais tentam adaptar-se aos imperativos da lógica de mercado, à pressão fundiária e a ausência de políticas públicas de desenvolvimento local específicas para a realidade socioambiental desses territórios, transformando sua organização socioespacial. Tais fatores derivam na perda progressiva da agrobiodiversidade, fruto das interações coevolutivas desses grupos junto com o ecossistema, sintetizadas em um corpo de saberes e práticas tradicionais. A questão da gestão e manejo dos recursos naturais requer uma abordagem mais complexa dos fenômenos espaciais que permita interpretar e lançar hipóteses sobre o entendimento (imaginário coletivo, representações sociais, ou ainda, cosmovisões) que os agricultores possuem acerca da dinâmica produtiva dos geossistemas. Nesse sentido, tratou-se de investigar a metamorfose do saber-fazer de uma comunidade faxinalense a respeito das potencialidades e limitações produtivas de seu território frente ao processo modernizador do espaço rural, com base na análise do sistema de classificação e avaliação vernaculares.
Publicado
2011-11-24
Seção
Artigos