CARACTERIZAÇÃO DA COBERTURA DO SOLO E MÉTRICAS DA PAISAGEM PARA A BACIA HIDROGRÁFICA DO RIBEIRÃO ÁGUA FRIA (PALMAS - TOCANTINS)

  • Alexandre Marco da SILVA UNESP - Campus Sorocaba
  • Cleber Ibraim SALIMON UNESP - Campus Sorocaba

Resumo

Considerando a não ocorrência de estudos sobre Ecologia da Paisagem na região de Palmas (Tocantins), este trabalho objetiva levantar o valor de algumas métricas da paisagem dos remanescentes florestais de uma microbacia hidrográfica (denominada microbacia do Ribeirão Água Fria), de 16764,2 ha. Utilizando-se do mapa de cobertura do solo da área de estudo algumas métricas foram estimadas. De acordo com os resultados, foi observado que apenas 21,4% da área total era coberta por vegetação nativa e uma alta freqüência de fragmentos de pequeno porte, enquanto que fragmentos de grande porte ocorreram com raridade. Da área total ainda com vegetação nativa, apenas 24,4% não estava afetada pelo efeito de borda. Por outro lado, o índice de forma apresentou valores que indicam que os fragmentos possuem uma tendência geral de possuírem um formato próximo ao circular. O alto nível de fragmentação é atribuído à ação do fogo que ocorria ocasionalmente mas numa freqüência alta, especialmente na estação seca. Palavras-chave: efeito de borda; fragmentação de vegetação nativa; sistemas de informação geográfica; métricas da paisagem; Palmas (Tocantins).

Biografia do Autor

Alexandre Marco da SILVA, UNESP - Campus Sorocaba
possui graduação em Geologia pela Universidade Federal de Pernambuco (1976) , especialização em Geoquímica pela Universidade Federal da Bahia (1979) , mestrado em Geoquímica pela Universidade Federal da Bahia (1987) e doutorado em Geociências (Mineralogia e Petrologia) pela Universidade de São Paulo (1997) . Atualmente é Professor Adjunto IV da Universidade Federal de Mato Grosso. Tem experiência na área de Geociências , com ênfase em Geologia. Atuando principalmente nos seguintes temas: Petrologia, Geoquímica, Complexo Alcalino, Ponta do Morro. Lattes: http://lattes.cnpq.br/3596566506872372
Cleber Ibraim SALIMON, UNESP - Campus Sorocaba
CLEBER IBRAIM SALIMON CONCLUIU O DOUTORADO E PÓS-DOUTORADO EM ENERGIA NUCLEAR NA AGRICULTURA PELO CENTRO DE ENERGIA NUCLEAR NA AGRICULTURA - UNIVERSIDADE DE SAO PAULO EM 2005. ATUALMENTE E PROFESSOR ADJUNTO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE. PUBLICOU 8 ARTIGOS EM PERIODICOS ESPECIALIZADOS E 7 TRABALHOS EM ANAIS DE EVENTOS. POSSUI 2 ITENS DE PRODUCAO TECNICA. PARTICIPOU DE 9 EVENTOS NO BRASIL. RECEBEU 2 PREMIOS E/OU HOMENAGENS. ATUALMENTE COORDENA 1 PROJETO DE PESQUISA. ATUA NA AREA DE ECOLOGIA, COM ENFASE EM ECOLOGIA DE ECOSSISTEMAS. EM SUAS ATIVIDADES PROFISSIONAIS INTERAGIU COM 36 COLABORADORES EM CO-AUTORIAS DE TRABALHOS CIENTIFICOS. EM SEU CURRICULO LATTES OS TERMOS MAIS FREQUENTES NA CONTEXTUALIZACAO DA PRODUCAO CIENTIFICA, TECNOLOGICA E ARTISTICO-CULTURAL SAO: AMAZONIA OCIDENTAL, MUDANCA DE USO DA TERRA, SUCESSAO SECUNDARIA, CARBONO, CICLOS BIOGEOQUIMICOS, FLUXO DE CO2, ECOLOGIA DE ECOSSISTEMAS, DESMATAMENTO, FITOSSOCIOLOGIA E REGENERACAO.
Publicado
2008-02-29
Seção
Artigos

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)