A FORMAÇÃO DO PEDAGOGO E SUA ATUAÇÃO EM EQUIPES MULTIPROFISSIONAIS DE ATENDIMENTO A CRIANÇAS ESPECIAIS

Palavras-chave: Pedagogo. Formação. Equipes Multiprofissionais.

Resumo

Diante das novas mudanças sociais, o profissional de Pedagogia passou a atuar em áreas diversas. Com base nessa afirmação, inquiriu-se: o pedagogo está nos grupos multiprofissionais de atendimento a crianças especiais? Assim, foram os objetivos deste estudo: identificar se o pedagogo aparece nas equipes multiprofissionais de terapias de crianças com necessidades educativas especiais, constatar qual o lócus do pedagogo nesses grupos e mostrar a importância em haver um profissional de Pedagogia em uma equipe multiprofissional. A pesquisa foi do tipo descritiva, de cunho qualitativo, no espaço cibernético, WhatsApp, com cinco pessoas que faziam parte de um grupo de 11 mães de crianças especiais. O profissional de Pedagogia é o responsável por fazer reflexões contínuas sobre o processo de ensino-aprendizagem no espaço escolar ou fora dele. Sua importância em uma equipe multiprofissional consiste, sobretudo, em ensinar o currículo escolar. O resultado mostra que o pedagogo, regra geral, não aparece nesses grupos multiprofissionais de terapia e, quando está presente, continua atuando apenas no espaço escolar, geralmente, como acompanhante pedagógico.

Referências

ABUHAB, D. et al. O trabalho em equipe multiprofissional no CAPS III: um desafio. Rev. Gaúcha de Enfermagem, Porto Alegre, v. 26, n. 3, p. 69-80, 2005. Disponível em: http:// http://www.periodicos.capes.gov.br/. Acesso em: 28 set. 2019.

ALMEIDA, C. M. Pedagogo escolar: as funções supervisora e orientadora. Curituba: Ibpex, 2010.

BAPTISTA, C. R.; BOSSA, C. Autismo e educação: reflexões e propostas de intervenção. Porto Alegre: ARTMED, 2007.

BOUCHERVILLE, G. C.; PINTO, V. P. O papel do Pedagogo em uma equipe muitidisciplinar de equoterapia. In: IV CONGRESSO BRASILEIRO MULTIDISCIPLINAR DE EDUCAÇÃO ESPECIAL, 2007, Londrina, Anais [...] Londrina, 2007. Disponível em: http://www.uel.br/eventos/congressomultidisciplinar/pages/arquivos/anais/2007/315.pdf. Acesso em: 31 ago. 2019.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Graduação em Pedagogia, licenciatura. Resolução CNE/CP nº 1, de 15 de maio de 2006. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/rcp01_06.pdf. Acesso em: 31 ago. 2019.

BRASIL. Ministério da Educação. Diretrizes Nacionais para a Educação Especial na Educação Básica. Secretaria de Educação Especial: MEC, SEESP, 2001. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/diretrizes.pdf. Acesso em: 31 ago. 2019.

BRASIL. Ministério da Educação. Saberes e práticas da inclusão: dificuldades acentuadas de aprendizagem: autismo. Brasília: MEC, SEESP, 2004. Disponível em: http://www.ama.org.br/site/images/home/Downloads/mecautismo.pdf. Acesso em: 25 ago. 2019.

BRASIL. Ministério da Saúde. Diretrizes de Atenção à Reabilitação da Pessoa com Transtornos do Espectro do Autismo (TEA). Brasília-DF, 2014.

BRASIL. Lei nº 13.146, de 06 de julho de 2015. Institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência). Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/lei/l13146.htm. Acesso em: 7 mar. 2020.

BRUSCATO, W. L. et al. A prática da psicologia hospitalar na Santa Casa de São Paulo: novas páginas em uma antiga história. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2004.

BUSSAB, W.; BOLFARINE, H. Elementos de amostragem. São Paulo: Edgar Blucher, 2005.

CASTRO, B. G. et al. O papel do Pedagogo na gestão da comunicação empresarial. In: CONGRESSO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS – CONAPE, 2., Francisco Beltrão, 2013. Anais[...] Francisco Beltrão (PR), 2013. Disponível em: http:// http://www.periodicos.capes.gov.br/. Acesso em: 28 set. 2019.

DAWSON, G.; ROGERS, S. J. Intervenção precoce em crianças com autismo. São Paulo: Blume, 2014.

FERREIRA, R. C. et al. Trabalho em equipe multiprofissional: a perspectiva dos residentes médicos em saúde da família. Ciências e Saúde Coletiva, v. 14, n. 1, p. 421-428, 2009. Disponível em: http:// http://www.periodicos.capes.gov.br/. Acesso em: 28 set. 2016.

FRISON, L. M. B. O pedagogo em espaços não escolares: novos desafios. Ciência. Porto Alegre: n. 36, p. 87-103, jul./dez. 2004.

GADOTTI, M. Boniteza de um sonho: ensinar-e-aprender com sentido. Novo Hamburgo: Feevale, 2003.

GHIRALDELLI JR. P.O que é pedagogia? Brasiliense, 2006.Coleção primeiros passos; 193. 5ª reimpressão. da 3. ed. de 1996. Disponível em: https://www.netmundi.org/home/wp-content/uploads/2017/04/Cole%C3%A7%C3%A3o-Primeiros-Passos-O-que-%C3%A9-Pedagogia.pdf. Acesso em: 6 ago.2020.

LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. A. Metodologia do Trabalho Científico. 7. ed., São Paulo: Atlas, 2010.

LIBÂNEO, J. C. Pedagogia e pedagogos, para quê? 7. ed. São Paulo: Cortez, 2004.

MOORE, D. S. Estatística básica e sua prática. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos, 3. ed., 2004.

OLIVEIRA, E. G. A função do Pedagogo como supervisor escolar. Revista Cientifica Eletrônica de Ciências Sociais Aplicadas da Eduvale. São Lourenço, v. 4, n. 6, 2011. Disponível em: http:// http://www.periodicos.capes.gov.br/. Acesso em: 28 set. 2016.

OLIVEIRA, L. B. Pedagogia empresarial: atuação do Pedagogo nas organizações. In: COLOQUIO INTERNACIONAL EDUCAÇÃO E CONTEMPORANEIDADE, 6., 2012, São Cristovão (SE). Anais[...] São Cristovão (SE), 2012.

PEREIRA, A. C. dos S.; BARBOSA, M. O.; SILVA, G. G. da; ORLANDO, R. M. Transtorno do Espectro Autista (TEA): definição, características e atendimento educacional, Educação. Batatais, v. 5, n. 2, p. 191-212, 2015.

SILVA, E. L.; MENEZES, E. M. Metodologia da pesquisa e elaboração de dissertação. 4. ed. rev. atual. Florianópolis: UFSC, 2005. Disponível em: http://www.convibra.com.br/upload/paper/adm/adm_3439.pdf. Acesso em: 6 jun. 2019.

SILVÉRIO, C. A.; RÚBIO, J. A. S. Brinquedoteca hospitalar: o papel do Pedagogo no desenvolvimento clínico e pedagógico de crianças hospitalizadas. Revista Eletrônica em Saberes da Educação. São Roque, v.3, n.1. 2012. Disponível em: http:// http://www.periodicos.capes.gov.br/. Acesso em: 28 set. 2019.

TOZETTO, S. S. O trabalho do Pedagogo nos espaços educativos não formais. Revista de Ciências da Educação. São Paulo, n. 25, 2011. Disponível em: http:// http://www.periodicos.capes.gov.br/. Acesso em: 28 set. 2019.

Publicado
2020-12-14