PIBID-UNESP 2014 A 2016: A AVALIAÇÃO DO PROGRAMA A PARTIR DE DADOS DE EGRESSOS

Palavras-chave: Formação de Professores. PIBID. Política Educacional. Avaliação. UNESP.

Resumo

O presente trabalho apresenta resultados de análise dos dados de avaliação do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) da Universidade Estadual Paulista. A avaliação da implementação de uma ação relacionada com a política pública se faz necessária como método de análise e como possiblidade de redirecionamento e/ou ajustes em sua execução. O olhar para e a partir dos egressos do PIBID/UNESP contribuiu para a avaliação dos percursos dos subprojetos desenvolvidos na universidade, fator estratégico à definição da política institucional para formação de professores. A análise refere-se aos dados coletados por meio de questionário Google Docs enviado a 127 egressos e com retorno de 51 respondentes. A partir das respostas, traçaram-se o perfil e as principais características sobre os egressos do programa entre os anos de 2014 e 2016, além de levantarem-se aspectos relativos à atuação profissional. Os dados evidenciam que elementos importantes do programa foram apropriados na constituição do modo de ser professor. Esses resultados, somados a outros dados institucionais, favoreceram a reflexão acerca do PIBID e da formação de professores na universidade, que, com sua característica multicampi, tem nas licenciaturas um de seus principais pilares de atuação.

Referências

ANDRÉ, M. Inserção profissional de egressos de programas de iniciação à docência. In: 38ª REUNIÃO NACIONAL DA ANPED. 2017, São Luis. Anais [...] São Luis, 2017. Disponível em: http://38reuniao.anped.org.br/sites/default/files/resources/programacao/trabalhoencom_38anped_2017_gt08i_textomarlyandre.pdf. Acesso em: 27/11/2020.

BAHIA, N. P., SOUZA, R. M. Q. Egressos do PIBID/UMESP: resultados de uma pesquisa. Crítica Educativa (Sorocaba/SP), v. 3, n. 2 – Especial, p. 204-220, jan./jun.2017.

BARBOSA, A. Os salários dos professores brasileiros. Brasília, DF: Liber, 2011.

CAMPOS, K. L.; FERNANDES. M. J. S. Contribuições do PIBID para a formação de professores no Brasil. 2016. 48 f. Relatório de pesquisa (Programa de Iniciação Científica) – Faculdade de Ciências, Universidade Estadual Paulista, Bauru, 2016.

CAVALCANTE, M. M. S, FARIAS, I. M. S. A formação e a identificação com a profissão de egressos de programa de inserção na docência. Educação em Perspectiva, Viçosa, v. 6, n. 1, p. 97-122, jan./jun. 2016.

GATTI, B. A; ANDRÉ, M. E. D. A.; GIMENES, N. A. S.; FERRAGUT, L. Um estudo avaliativo do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid). São Paulo: FCC/SEP, 2014.

GUARNIERI, M. R. O início na carreira docente: pistas para o estudo do trabalho do professor. In: GUARNIERI, M. R. (org.) Aprendendo a ensinar: o caminho nada suave da docência. Campinas: Autores Associados, 2000.

FERNANDES, M. J. S.; BARBOSA, A. O trabalho docente na rede pública do estado de São Paulo: apontamentos iniciais para a discussão da jornada de trabalho. Práxis Educacional, v. 10, n. 17, p. 117-142, 2014.

FERNANDES, M. J. S.; MENDONÇA, S. G. L. Pibid: uma contribuição à política de formação docente. Entrever, Florianópolis, v. 3, n. 4, p. 220-233, jan./jun. 2013.

PAGANI, G. Quando os professores desistem: um estudo sobre a exoneração docente na rede estadual de ensino de São Paulo. 2019. 113 f. Dissertação (Mestrado em Educação Escolar) – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”. Faculdade de Ciências e Letras, Araraquara, 2019.

PIPITONE, M. A. P.; MASSABNI, V. G.; GEVARTOSKY, A. M. N.; BASANELLI, M. O potencial do PIBID para a inovação pedagógica. In: PIETRI, E.; SANTOS, V. M.; UTSUMI, M. C.; GALIAN, C. V. A. (org.). A cooperação universidade-escola para a formação inicial de professores: o PIBID na Universidade de São Paulo (2011-2014). São Paulo: Editora Livraria da Física, 2015.

REISDOERFER, C. Sobre as ações do PIBID/Matemática na constituição de saberes docentes de ex-bolsistas desse programa na Universidade Federal de Santa Maria. 2015. 206 f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) – Centro de Ciências Naturais e Exatas, Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática e Ensino de Física, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria-RS, 2015.

SANTANA, M. S. S. O PIBID e a iniciação profissional docente: um estudo com professores egressos do programa. 2015. 174 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal da Bahia. Faculdade de Educação, Salvador, 2015.

SANTOS, F. D. Trabalho docente em escolas estaduais paulistas: o desafio do professor da categoria O. 2016. 153 f. Dissertação (Mestrado em Educação Escolar) – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”. Faculdade de Ciências e Letras, Araraquara, 2016.

SILVA, D. F. Processo de iniciação à docência de professores de matemática: olhares de egressos do PIBID/UFSCAR. 2014. 159 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Centro de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos-SP, 2015.

Publicado
2020-12-14