BNCC e suas concepções político-pedagógicas para a educação e educação física: algumas aproximações

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18675/1981-8106.v33.n.66.s15633

Palavras-chave:

BNCC. Construtivismo. Teoria crítico-emancipatória. Educação Física Escolar.

Resumo

Este artigo tem como objetivo identificar as possíveis teorias pedagógicas que fundamentam o documento BNCC em sua proposta geral e na especificidade da educação física, além das determinações dessas concepções para a prática escolar. As análises ocorreram por meio da técnica de categorização e interpretação hermenêutica-dialética. A partir disso, cogitamos que a BNCC apresenta fortes aproximações com a concepção construtivista de aprendizagem, ao priorizar a construção de capacidades subjetivas, como a busca pelo “aprender a aprender”, “ser autônomo” e “protagonista”. Para a especificidade da educação física, identificamos a relação com a teoria crítico-emancipatória, ao objetivar o desenvolvimento de competências e com a utilização do termo “cultura corporal de movimento”, ao considerar os elementos constitutivos da educação física. Assim, concluímos que o documento BNCC prioriza o desenvolvimento da sociedade, a partir da construção de sujeitos flexíveis, individualistas e (in)capazes de alterar sua realidade, determinando um processo de esvaziamento de conteúdo a ser apropriado historicamente pelos alunos, sendo isso a materialização atual de um movimento iniciado na década de 1990, com políticas neoliberais, pós-modernas e neoconservadoras.

Referências

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Consulta Pública. Brasília, MEC/CONSED/UNDIME, 2017. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/historico. Acesso em: 5 maio 2019.

CAZUMBÁ, E. C. Fundamentos teóricos metodológicos da educação física presentes na BNCC do ensino médio. 2018. 124 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Estadual de Feira de Santana, Feira de Santana, 2018.

DARIDO, S. C. Os conteúdos da educação física escolar: influências, tendências, dificuldades e possibilidades. Perspectivas em educação física escolar, Niterói, v. 2, n. 1, p. 5-25, 2001.

DELORS, J. (org.). Educação: um tesouro a descobrir. Relatório para a UNESCO da Comissão Internacional sobre Educação para o século XXI. UNESCO: Publicação MEC, 1998. Disponível em: http://www.pucsp.br/ecopolitica/documentos/cultura_da_paz/docs/Dellors_alli_Relatorio_Unesco_Educacao_tesouro_descobrir_2008.pdf. Acesso em: 11 out. 2020.

DUARTE, N. (org.). Sobre o construtivismo. 2. ed. São Paulo: Autores Associados, 2005.

KUNZ, E. Educação Física: ensino e mudanças. 2. ed. Ijuí: Unijuí, 2001.

KUNZ, E. Transformação didático-pedagógica do esporte. Ijuí: Unijuí, 1994.

MARTINELI, T. A. P. et al. A Educação Física na BNCC: concepções e fundamentos políticos pedagógicos. Motrivivência, v. 28, n. 48, p. 76-95, set. 2016. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/motrivivencia/article/viewFile/2175-8042.2016v28n48p76/32564. Acesso: 20 jul. 2019.

MINAYO, M. C. de S. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. São Paulo – Rio de Janeiro: HUCITEC-ABRASCO, 1992.

NEIRA, M. G; SOUZA JUNIOR, M. A Educação Física na BNCC: procedimentos, concepções e efeitos. Motrivivência, v. 28, n. 48, 2016, p. 188-206.

RABELO, J; SEGUNDO, M. D. M; JIMENEZ, S. Educação para todos e reprodução do Capital. Trabalho Necessário, 2009, ano 7, n. 9.

TAFFAREL, C. Z.; MORSCHBACHER, M. Crítica a teoria crítico-emancipatória: um diálogo com Elenor Kunz a partir do conceito de emancipação humana. Revista Corpus et Scientia, Rio de Janeiro, v. 9, n. 1, p. 45-64, 2013.

TONET, I. Cidadania ou emancipação humana? Espaço Acadêmico, n. 44/2005. Disponível em: http://ivotonet.xp3.biz/. Acesso em: 23 out. 2020.

Downloads

Publicado

2023-02-28

Como Citar

MONTEIRO, J. H. de L.; MAGALHÃES, C. H. F. . BNCC e suas concepções político-pedagógicas para a educação e educação física: algumas aproximações. Educação: Teoria e Prática, [S. l.], v. 33, n. 66, p. e03[2023], 2023. DOI: 10.18675/1981-8106.v33.n.66.s15633. Disponível em: https://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/educacao/article/view/15633. Acesso em: 7 dez. 2023.