Competências do Designer Educativo: o discurso da prática e a prática do discurso

Autores

  • Mirian Maia Amaral
  • Lina Cardoso Nunes Universidade Estácio de Sá

Palavras-chave:

Educação online, Designer educativo, Teoria e prática, Competências

Resumo

Este artigo analisa as relações entre o discurso da prática do design instrucional e a prática desse discurso, pelos designers educativos, tendo como base pesquisa realizada no Programa FGV Online da Fundação Getulio Vargas, que objetivou identificar as competências requeridas pela Instituição para a atuação desses profissionais em seus cursos. A metodologia adotada consistiu de pesquisas bibliográfica e de campo, tendo sido aplicados formulários, e realizadas entrevistas semi-estruturadas. Como resultados desse estudo, emergiram as competências referentes a conhecimentos técnicos, comunicação e relacionamento interpessoal, planejamento, organização e proatividade e comportamentos, além das de natureza ética e político-sociais. Entre essas, o maior peso é atribuído, pelos participantes da pesquisa, às competências comunicativas e comportamentais.

Biografia do Autor

Mirian Maia Amaral

Mestre em Educação e Cultura Contemporânea e Pedagoga e Professora especialista em Administração e Recursos Humanos. Professora dos cursos de pós-graduação (MBA) da Fundação Getulio Vargas

Lina Cardoso Nunes, Universidade Estácio de Sá

Doutora em Educação e professora do Curso de Mestrado em Educação d e Cultura Contemporânea da Universidade Estácio de Sá

Downloads

Publicado

2008-07-22

Como Citar

AMARAL, M. M.; NUNES, L. C. Competências do Designer Educativo: o discurso da prática e a prática do discurso. Educação: Teoria e Prática, [S. l.], v. 18, n. 30, p. 159, 2008. Disponível em: https://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/educacao/article/view/875. Acesso em: 1 mar. 2024.

Edição

Seção

Artigos