A relação família-escola como alvo das atuais políticas públicas educacionais: uma discussão necessária

Autores

  • Luana Ferrarotto Faculdade de Educação/UNICAMP
  • Maria Márcia Sigrist Malavasi Faculdade de Educação/UNICAMP

DOI:

https://doi.org/10.18675/1981-8106.vol26.n52.p232-246

Palavras-chave:

família e escola, Plano Nacional de Educação, políticas educacionais

Resumo

Este artigo discute, a partir de um levantamento bibliográfico enquanto metodologia adotada, a relação família-escola como alvo das políticas públicas educacionais. Ao analisar o Plano Nacional de Educação e o Compromisso Todos pela Educação, percebe-se que a relação sugerida caracteriza-se por um posicionamento das famílias, apenas, de modo a acompanhar os eventos escolares e as tarefas de casa. Nesse contexto, a concepção de qualidade educacional vincula-se, restritamente, aos resultados das avaliações externas e os pais são provocados a cobrar melhorias sem analisar a realidade escolar. Sabe-se que o discurso de aproximação entre família e escola é defendido pelos educadores, no entanto, deve-se reconhecer que tal discurso foi ressignificado pelas políticas em curso e se distancia da cumplicidade entre família-escola ancorada na confiança e na partilha solidária de funções com pactos estabelecidos para bem comum.

Biografia do Autor

Luana Ferrarotto, Faculdade de Educação/UNICAMP

Doutoranda em Educação pela UNICAMP. Possui Mestrado em Educação na área de ensino e avaliação (2011).

Maria Márcia Sigrist Malavasi, Faculdade de Educação/UNICAMP

Professora da Faculdade de Educação da UNICAMP. Pesquisadora do Laboratório de Observação e Estudos Descritivos (LOED).

Downloads

Arquivos adicionais

Publicado

2016-08-30

Como Citar

FERRAROTTO, L.; MALAVASI, M. M. S. A relação família-escola como alvo das atuais políticas públicas educacionais: uma discussão necessária. Educação: Teoria e Prática, [S. l.], v. 26, n. 52, p. 232–246, 2016. DOI: 10.18675/1981-8106.vol26.n52.p232-246. Disponível em: https://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/educacao/article/view/9635. Acesso em: 23 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos