Análise do perfil de visitantes de parques zoológicos de Santa Catarina: o pensar do público de 2000 a 2019

  • Maria Amélia Pellizzetti Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Catarinense Campus Camboriú (IFC Camboriú)
  • Tito César Marques de Almeida Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI)
  • Joaquim Olinto Branco Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI)

Resumo

Este trabalho buscou identificar a percepção dos visitantes de quatro parques zoológicos de Santa Catarina, no período compreendido entre 2000 e 2019, através da aplicação de 2.178 entrevistas semiestruturadas (questionários), da análise de 12.909 notícias através do uso da ferramenta google alerts e de observação participante. Considerando-se as razões da existência e os aspectos de zoológicos ideais, o motivo das visitas e os meios de informação adequados, observa-se um padrão relacionado à idade dos visitantes e as expectativas que cada grupo possui. É importante aprofundar as discussões e as críticas sobre zoológicos como espaço educador sustentável para apropriação e disseminação de conceitos científicos, com o desenvolvimento de práticas cotidianas incorporadas a rotina dos parques. Desta maneira, os zoológicos possuem grandes desafios para que ocorra a ampliação dessa percepção e dos esforços para que a conservação ex situ seja entendida e apoiada pela sociedade civil.

 

Biografia do Autor

Maria Amélia Pellizzetti, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Catarinense Campus Camboriú (IFC Camboriú)

Doutora em Ciência e Tecnologia Ambiental (PPCTA) pela Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI). Mestre em Engenharia Ambiental pela Universidade Regional de Blumenau (FURB) e especialista em Gestão e Manejo Ambiental em Sistemas Florestais pela Universidade Federal de Lavras (UFLA). Graduada em Ciências Biológicas – ênfase em biotecnologia pela UNIVALI. Professora efetiva do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Catarinense Campus Camboriú (IFC Camboriú).

Tito César Marques de Almeida, Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI)

Doutor em Ecologia e Recursos Naturais pela Universidade Federal de São Carlos; Mestre em Biologia (Biociências Nucleares) pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Professor Titular da Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI). Santa Catarina.

Joaquim Olinto Branco, Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI)

Pós-Doutor em Ecologia e Recursos Naturais pela Universidade Federal de São Carlos. Doutor em Zoologia pela Universidade Federal do Paraná; Doutor em Ecologia e Recursos Naturais pela Universidade Federal de São Carlos. Mestre em Zoologia pela Universidade Federal de São Carlos. Professor Titular da Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI). Santa Catarina.

Publicado
2021-07-11
Seção
Artigos