Princípios normativos da educação ambiental no Brasil: abordando os conceitos de totalidade e de práxis

  • Carlos Frederico B. Loureiro Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Aline Viégas Colégio Pedro II

Resumo

No presente artigo discorremos sobre os conceitos de práxis e totalidade, segundo a tradição crítica histórico-dialética. A delimitação desse estudo teórico se justifica, uma vez que os dois conceitos aparecem com destaque em leis, normas e documentos técnicos da educação ambiental e em diversos discursos produzidos neste campo. Nosso objetivo é elaborar argumentos que reforçam a validade de ambos e esclarecer aspectos polêmicos sobre os mesmos de modo a evidenciar a importância de tais conceitos para uma perspectiva crítica da educação ambiental.

Biografia do Autor

Carlos Frederico B. Loureiro, Universidade Federal do Rio de Janeiro
Professor dos programas de pós-graduação em educação e em psicossociologia de comunidades e ecologia social – UFRJ. Coordenador do Laboratório de Investigações em Educação, Ambiente e Sociedade – LIEAS (www.lieas.ufrj.br). Pesquisador CNPq.
Aline Viégas, Colégio Pedro II
Professora do Colégio Pedro II; doutora em psicossociologia de comunidades e ecologia social - UFRJ. Integrante do Laboratório de Investigações em Educação, Ambiente e Sociedade - LIEAS/UFRJ
Publicado
2013-08-20
Seção
Artigos