Percepção ambiental dos moradores de São José do Goaibal sobre o parque estadual do Rio Doce:A influência das variáveis gênero, idade, classe social e escolaridade

  • Fernanda Aires Ferreira Guedes Universidade Federal de Minas Gerais
  • Maione Wittig Franco Universidade Federal de Minas Gerais
  • Paulina Maia-Barbosa Universidade Federal de Minas Gerais
  • Maria Auxiliadora Drumond Universidade Federal de Minas Gerais
  • Francisco Antônio Rodrigues Barbosa Universidade Federal de Minas Gerais

Resumo

O Parque Estadual do Rio Doce (PERD) foi a primeira unidade de conservação criada em Minas Gerais e é uma das maiores áreas remanescentes de Mata Atlântica no país. O objetivo deste estudo foi investigar em São José do Goiabal, município circunvizinho ao parque, a percepção dos moradores sobre o PERD analisando, através de entrevistas semi-estruturadas, a influência de diferentes variáveis. Os dados mostraram que gênero, classe social e idade não determinam a frequência de visitação. A caça a animais silvestres mostrou-se como prática comum, reconhecida pela população e motivada principalmente pelo lazer e apreciação da carne. O desenvolvimento de projetos de Educação Ambiental envolvendo alunos da rede básica de educação é o fator que mais influencia no conhecimento e valorização do PERD. Tais constatações sugerem a necessidade da implantação de programas de educação ambiental voltados principalmente para crianças e jovens, tornando-os parceiros dos propósitos de conservação da biodiversidade na região.

Biografia do Autor

Fernanda Aires Ferreira Guedes, Universidade Federal de Minas Gerais

Mestranda do Programa de Pós Graduação em Ecologia Conservação e Manejo da Vida Silvestre da Universidade Federal de Minas Gerais

Maione Wittig Franco, Universidade Federal de Minas Gerais
Doutoranda do Programa de Pós Graduação em Ecologia Conservação e Manejo da Vida Silvestre da Universidade Federal de Minas Gerais
Paulina Maia-Barbosa, Universidade Federal de Minas Gerais
Professora do Programa de Pós Graduação em Ecologia Conservação e Manejo da Vida Silvestre da Universidade Federal de Minas Gerais
Maria Auxiliadora Drumond, Universidade Federal de Minas Gerais
Professora do Programa de Pós Graduação em Ecologia Conservação e Manejo da Vida Silvestre da Universidade Federal de Minas Gerais
Francisco Antônio Rodrigues Barbosa, Universidade Federal de Minas Gerais
Professor do Programa de Pós Graduação em Ecologia Conservação e Manejo da Vida Silvestre da Universidade Federal de Minas Gerais
Publicado
2013-08-20
Seção
Artigos