Educomunicação ambiental: comparando ações realizadas no espaço escolar e no percurso de aula passeio em uma Unidade de Conservação costeira

  • Jucicleide Gomes da S. Souza UFRN
  • Elineí Araújo-de-Almeida UFRN

Resumo

O presente artigo analisa como ações educomunicativas mediam o ensino-aprendizagem no ambiente escolar e em seu exterior, ao utilizar atividades pedagógicas diversificadas, entre elas, aula passeio, mapa ambiental e jornal mural, como práticas socioculturais para a apropriação de novos saberes voltados às interações homem meio. Esta pesquisa foi realizada em uma escola pública de ensino fundamental, situada em uma Área de Proteção Ambiental (APA) na região costeira do Rio Grande do Norte, com os alunos de 4º e 5º anos. Utilizou-se a pesquisa-ação-participativa, que do ponto de vista metodológico é tratada segundo seu significado para todos os sujeitos envolvidos. Esses agentes sociais participaram, nesta proposta, como parceiros e não como objetos de pesquisa. Os resultados comprovaram a necessidade de desenvolver práticas pedagógicas, envolvendo ações educomunicativas para além do chão da escola, promovendo a interação e vivência dos alunos com o meio a partir do espaço onde moram.

 

Palavras-chave: Aula contextualizada. Interações pedagógicas. Meio Ambiente. Passeio cultural. Redes comunicativas. Sensibilização.

 

Biografia do Autor

Jucicleide Gomes da S. Souza, UFRN
Pedagoga, Mestre em Desenvolvimento e Meio Ambiente PRODEMA/UFRN
Elineí Araújo-de-Almeida, UFRN
Bióloga e professora do Departamento de Botânica, Ecologia e Zoologia e do Programa de Pós Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente (UFRN).
Publicado
2013-08-20
Seção
Artigos