Análise de discurso ambiental e científico no recurso didático “Protocolo para avaliação de rios e lagoas” utilizado em projetos de Educação Ambiental em Minas Gerais, Brasil: reflexões a partir do enfoque CTSA.

  • Guilherme Trópia
  • Flávia Elizabeth de Castro Viana Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
  • Artur Queiroz Guimarães Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Resumo

Neste trabalho, analisamos os discursos referentes à Educação Ambiental (EA) em um recurso didático chamado “Protocolo para avaliação da saúde de rios e lagoas”. Apresentamos o projeto Pampulha Limpa, que utilizou o recurso didático analisado em suas atividades com crianças em fase de escolarização básica. Assumimos uma perspectiva integradora do enfoque Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTSA) com a EA para analisar os sentidos atribuídos à EA no recurso didático. A partir das discussões do enfoque CTSA, apontamos como as relações da atividade científica com as questões ambientais se constituem e se essa produção científica contempla discussões que associam aspectos entre a ciência e a sociedade. Os resultados apontam discursos referentes à EA exclusivamente associados à atividade científica, afastados das relações e implicações com a sociedade. Apontamos o enfoque CTSA como uma possibilidade de articular a atividade científica com outras áreas do saber, permitindo uma visão mais ampla dos conhecimentos científicos diante das questões ambientais.

Biografia do Autor

Flávia Elizabeth de Castro Viana, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Orientadora Acadêmica de Biologia – MEC/CAPES. Sistema Universidade Aberta do 
Brasil, Polo UAB Muaná (PA). Mestre em Ecologia, Conservação e Manejo da Vida 
Silvestre pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).
Artur Queiroz Guimarães, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).
Professor da Rede Estadual de Minas Gerais. Licenciado em Ciências Biológicas pela
Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).
Publicado
2013-08-05
Seção
Artigos