JOGOS E BRINCADEIRAS: TEMPOS, ESPAÇOS E DIVERSIDADE

Palavras-chave: Jogo, brincadeira, Diversidade

Resumo

A resenha objetiva apresentar o livro, destacando aspectos importantes dos jogos e brincadeiras no contexto da educação, pela promoção do diálogo com realidades histórico-culturais distintas, apresentando-se como leitura indispensável para estudiosos e pesquisadores da área e, sobretudo, para a formação de professores que atuam com crianças em ambientes formais e não formais. É organizado em dez capítulos e surpreende o leitor pelo foco em diferentes temas e transpõe o jogo, o brincar e o brinquedo como festas, rituais, mitos, contos, narrativas, com situações lúdicas vivenciadas na comunidade Quilombola. A formação lúdica dos professores da educação infantil torna-se assim imprescindível para que se conheça a importância do brincar no desenvolvimento e na aprendizagem da criança pequena em ambientes coletivos.

Referências

BOSI, E. Memória e sociedade: lembranças de velhos. São Paulo; Companhia das letras, 1994.

GOMES, M. de O.; VENÂNCIO, N. Criança, infância e consumo: um olhar para a aprendizagem profissional da docência na educação infantil. Revista Eletrônica Pesquiseduca, Santos, v. 5, n. 9, p. 112-124, jan./jul. 2013. Disponível em: http://periodicos.unisantos.br/index.php/pesquiseduca/article/view/180/pdf. Acesso em: 12 jul. 2018.

PASSEGGI et al. Narrativas de crianças sobre as escolas da infância: cenários e desafios da pesquisa (auto) biográfica. Educação, Santa Maria, v. 39, n. 1, p. 85-104, jan./abr. 2014. DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1984644411345. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/reveducacao/article/view/11345/pdf; Acesso em: 10 jan. 2019.

TANURI, L. M. História da formação de professores. Revista Brasileira de Educação. n. 14, p. 61-88, mai./ago. 2000. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbedu/n14/n14a05; Acesso em 10 jan. 2019.

Publicado
2019-08-28