ZOLTAN DIENES E A FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM PORTO ALEGRE EM TEMPOS DE MATEMÁTICA MODERNA

Palavras-chave: História da Educação Matemática, Movimento da Matemática Moderna, Formação de professores que ensinam matemática, Ensino Primário

Resumo

O artigo tem por objetivo apresentar um estudo sobre a presença de Zoltan Dienes em Porto Alegre e as atividades que desenvolveu junto a professores de matemática na I e II Jornada de Estudo e Aprendizagem da Matemática, respectivamente em 1972 e 1973. Nosso propósito é olhar para o Dienes formador de professores que através de eventos e cursos divulgava suas ideias e métodos sobre “os modos de ensinar” a moderna matemática. As fontes utilizadas para o desenvolvimento do estudo foram jornais de circulação local, fotografias e documentos localizados no acervo do Grupo de Estudos sobre o Ensino de Matemática de Porto Alegre (GEEMPA) e do Laboratório de Matemática do Instituto de Educação General Flores da Cunha, além de uma entrevista com a professora Esther Pillar Grossi, coordenadora do GEEMPA. Constatamos que a presença de Dienes foi amplamente divulgada pela imprensa local. As aulas-demonstração deixaram marcas e direcionaram ações do GEEMPA. Além disso, temos indícios de que a preocupação com a formação de professores estava muito presente tanto nas obras de Dienes como em suas práticas ao viajar por vários países ministrando palestras e cursos, que tinham o objetivo de divulgar suas ideias sobre o aprendizado dos conteúdos da moderna matemática.

Biografia do Autor

Sara Regina da Silva, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Mestre em Ensino de Matemática pela UFRGS. Professora da Rede Pública Municipal de Canoas - RS.

Referências

A MATEMÁTICA levanta a poeira dos Séculos. Diários de Notícias, Porto Alegre, 27 de julho de 1972. Disponível no acervo físico do GEEMPA.

BONAFÉ, M. R. V. P. M. Zoltan Dienes e a Matemática Moderna. In: MATOS, J. M; VALENTE, W. R. (org.). A Matemática Moderna nas escolas do Brasil e Portugal: primeiros estudos. São Paulo: Da Vinci, 2007, p. 215-221.

BÚRIGO, E. Z. Movimento da Matemática Moderna no Brasil: estudo da ação e do pensamento de educadores matemáticos nos anos 60. 1989. 293 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 1989.

CERTEAU, M. A Escrita da História. 2. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2002.

DALCIN, A.; PIRES, R. As fotografias na obra “A geometria pelas transformações” em tempos de matemática moderna: diálogos possíveis. Revista Eventos Pedagógicos. v. 9, n. 2, p. 743-766, 2018. Disponível em: http://sinop.unemat.br/projetos/revista/index.php/eventos/article/view/3205. Acesso em: 9 maio 2019.

DIENES, Z. P. A Matemática Moderna no Ensino Primário. Tradução de A. Simões Neto. São Paulo: Fundo de Cultura, 1967.

DINES, Z.P. Aprendizado Moderno da Matemática. Tradução de Jorge Enéas Fortes. 3. ed. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1970.

DIENES, Z. P. As seis etapas do processo de aprendizagem em matemática. Tradução de Maria Pio de Macedo Chartier e René François Joseph Chartier. São Paulo, SP: Helder, 1972.

ESTE professor ensina matemática brincando. Jornal Folha da Tarde, Porto Alegre, 27 de julho de 1972. Disponível no acervo físico do GEEMPA.

GEEMPA. 30 Anos. Porto Alegre, 2000.

GINZBURG, C. “Sinais: raízes de um paradigma indiciário” In: GINZBURG, C. Mitos, emblemas, sinais: Morfologia e História. 1ª reimpressão. São Paulo: Companhia das Letras, 1990.

GROSSI, E. Entrevista concedida a Andréia Dalcin e Sara Regina da Silva. Porto Alegre-RS em 1 de julho de 2014.

GROSSI, E. Uma arqueologia dos saberes do GEEMPA. Revista GEEMPA (35 anos), Porto Alegre, ano 10, p. 11-39, set. 2005.

MATOS, J. M.; VALENTE, W. R. A Matemática Moderna nas Escolas do Brasil e de Portugal: primeiros estudos. São Paulo: Da Vinci, 2007.

MACEDO, A. T. A teoria de Dienes no ensino de transformação de medidas de comprimento, área e volume no curso de Pedagogia. Natal, 2012. 284 f. Tese (Doutorado em Educação) - Departamento de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, 2012.

OBITUÁRIO: Zoltan Paul Dienes. Zero Hora. Porto Alegre, 18 de fev. de 2014. Disponível em: http://zh.clicrbs.com.br/rs/obituario/zoltan-paul-dienes-77183.html. Acesso em: 15 jul. 2014.

OLIVEIRA, M. C. de; LEME DA SILVA, M. C.; VALENTE, W. R. O Movimento da Matemática Moderna: História de uma renovação curricular. Juiz de Fora: Editora UFJF, 2011.

PORTELLI, A. O massacre de Civitella Val di Chiana (Toscana: 29 de junho de 1944) mito, política, luto e senso comum. In: FERREIRA, M. de M.; AMADO, J. Usos e abusos da História Oral. 8. ed. Rio de Janeiro: FGV, 2006.

SOARES, F. Movimento da Matemática Moderna no Brasil: Avanço ou retrocesso? Rio de Janeiro: Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, 2001.

SOARES, E. T. P.; PINTO, N.B. Zoltan Dienes e o sistema de numeração decimal (1960-1989). Caminhos da Educação em Revista. São Cristóvão, v. 1, n. 1, p. 71-87, 2014. Disponível em: https://aplicacoes.ifs.edu.br/periodicos/index.php/caminhos_da_educacao_matematica/article/view/8. Acesso em: 9 maio 2019.

SRIRAMAN, B.; LESH, R. A conversation with Zoltan P. Dienes. In: SRIRAMAN, B. (org.). Zoltan Paul Dienes and the dynamics of mathematical learning. EUA: The University of Montana Press, 2007. p. 151-167.

Publicado
2019-12-19