VULNERABILIDADE SOCIOECOLÓGICA NO LITORAL NORTE DE SÃO PAULO: MEDIDAS, SUPERFÍCIES E PERFIS DE ATIVOS

  • Tathiane Mayumi ANAZAWA INPE
  • Flávia da Fonseca FEITOSA
  • Antônio Miguel Vieira MONTEIRO

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo apresentar uma análise temporal da vulnerabilidade da região litorânea que compreende os municípios de Caraguatatuba e São Sebastião, baseada na metodologia de operacionalização do conceito de Vulnerabilidade Socioecológica apresentada por Anazawa et al. (2012). A abordagem metodológica adotada atualiza e estende a caracterização de perfis de ativos de famílias ou grupos populacionais, para acomodar dimensões inerentes aos territórios em que estes vivem. Desta forma, torna-se possível observar e medir diferenciais intra-urbanos para a vulnerabilidade. Analisando as superfícies de vulnerabilidade socioecológica, a partir da construção do índice sintético IVSE (Índice de Vulnerabilidade Socioecológica) e seus componentes para os anos de 1991 e 2000, foi possível observar a heterogeneidade das condições de vulnerabilidade nas distintas regiões dos municípios.
Publicado
2013-06-09
Seção
Artigos