O ACOMPANHAMENTO DA GERMINAÇÃO E DO CRESCIMENTO DAS PLANTAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Palavras-chave: Projeto Educacional. Meio Ambiente. Experimentação. Educação Infantil.

Resumo

Este relato de experiência apresenta um projeto desenvolvido com crianças de 5 anos em uma escola de Educação Infantil de São Leopoldo (RS). O intuito da pesquisa foi identificar as aprendizagens de crianças da Educação Infantil resultantes de um projeto educacional que envolveu o acompanhamento da germinação e do crescimento das plantas, usando fotografia e vídeo como ferramentas de documentação do processo. A pesquisa teve como metodologia a análise documental. Para realizá-la, foram utilizados os materiais de sistematização do projeto: um vídeo produzido no Movie Maker e um informativo feito no Publisher. Como referencial teórico foram usados estudos sobre Educação Infantil e tecnologias digitais na Educação. O estudo demonstrou que as crianças participantes do projeto, ao considerarem os vídeos produções que serão assistidas por outras pessoas, buscaram estabelecer uma relação com o público. Além disso, foi possível perceber que as tecnologias digitais colaboraram no registro e na divulgação dos acontecimentos, possibilitando que as crianças analisassem o que observavam. Nesse sentido, elas potencializam as aprendizagens, principalmente ao possibilitarem que a documentação do processo de desenvolvimento das ações pedagógicas seja feita por meio do olhar infantil.

Referências

BOCCATO, V. R. C.; FUGITA, M. S. L. Discutindo a análise documental de fotografias: uma síntese bibliográfica. Cadernos BAD, n. 2, 2006. Disponível em: https://bad.pt/publicacoes/index.php/cadernos/article/download/794/793. Acesso em: 26 maio 2018.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão. Conselho Nacional da Educação. Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais da Educação Básica. Brasília: MEC, SEB, DICEI, 2013. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/docman/julho-2013-pdf/13677-diretrizes-educacao-basica-2013-pdf/file. Acesso em: 24 jun. 2018.

CORDEIRO, S. da S.; ALMEIDA, C. L. de. Aprendizes de caranguejo: produção de vídeos com crianças na Educação Infantil. Práxis Educacional, Vitória da Conquista, v. 8, n. 12, p. 199-217, jan./jun. 2012. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/696. Acesso em: 17 jun. 2018.

FRESCHI, M.; RAMOS, M. G. Unidade de Aprendizagem: um processo em construção que possibilita o trânsito entre senso comum e conhecimento científico. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias, v. 8, n. 1, p. 156-170, 2009. Disponível em: http://reec.uvigo.es/volumenes/volumen8/ART9_Vol8_N1.pdf. Acesso em: 27 maio 2018.

GALIAZZI, M. do C. Construindo caleidoscópios: organizando unidades de aprendizagem. ANPED SUL, Mesa-redonda n. 97 – Eixo temático 1 – Formação de Educadores. Disponível em: http://www.portalanpedsul.com.br/admin/uploads/2002/Didatica,_curriculos_e_processos_de_escolarizacao/Mesa_Redonda/03_09_38_m97-817.pdf. Acesso em: 8 abr. 2017.

HORN, C. I. Os saberes das crianças no contexto escolar da Educação Infantil. In: MARQUETI, M. T.; SÁ, R. A. de. A identidade docente e o uso das tecnologias e mídias digitais na escola à luz do pensar complexo. Rev. Diálogo Educ., Curitiba, v. 17, n. 51, p. 167-183, jan./mar. 2017. Disponível em: www2.pucpr.br/reol/index.php/dialogo?dd99=pdf&dd1=16535. Acesso em: 27 maio 2018.

MUNHOZ, A. V. et al. (org.). Diálogos na pedagogia: coletâneas. v. 3 – Infância e outros temas. Lajeado: Editora UNIVATES, 2012.

OLIVEIRA, J. R. S. de. Contribuições e abordagens das atividades experimentais no ensino de ciências: reunindo elementos para a prática docente. Acta Scientiae, Canoas, v. 12, n. 1, p. 139-153, jan./jun. 2010. Disponível em: http://w3.ufsm.br/laequi/wp-content/uploads/2015/03/contribui%C3%A7%C3%B5es-e-abordagens-de-atividades-experimentais.pdf. Acesso em: 1 jul. 2018.

OLIVEIRA, Z. de M. R. de. O currículo na Educação Infantil: o que propõem as novas Diretrizes Nacionais? In: I SEMINÁRIO NACIONAL: CURRÍCULO EM MOVIMENTO – PERSPECTIVAS ATUAIS, 2010, Belo Horizonte. Anais [...] Belo Horizonte, 2010. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=7153-2-1-curriculo-educacao-infantil-zilma-moraes&category_slug=dezembro-2010-pdf&Itemid=30192. Acesso em: 17 jun. 2018.

PIMENTA, S. G. Formação de professores: saberes da docência e identidade do professor. Nuances, v. 3, p. 5-14, set. 1997. Disponível em: https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/1287224/mod_resource/content/1/Pimenta_Form%20de%20profs%20e%20saberes%20da%20docencia.pdf. Acesso em: 24 jun. 2018.

SÁ-SILVA, J. R.; ALMEIDA, C. D. de; GUINDANI, J. F. Pesquisa documental: pistas teóricas e metodológicas. Revista Brasileira de História & Ciências Sociais, ano 1, n. 1, p. 1-15, jul. 2009. Disponível em: https://www.rbhcs.com/rbhcs/article/download/6/pdf. Acesso em: 1 jul. 2018.

Publicado
2021-03-15