Experiência, sentido e palavra: reflexões sobre o ensino da história da enfermagem

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18675/1981-8106.v33.n.66.s15982

Palavras-chave:

Enfermagem. História da Enfermagem. Inovação. Educação em Enfermagem. Aprendizagem Ativa.

Resumo

Este estudo tem por objetivo refletir sobre os efeitos da estratégia de aprendizagem ativa na disciplina de História de Enfermagem de uma faculdade no Rio de Janeiro para alunos e docência em Enfermagem a partir da composição entre experiência, sentido e palavra proposta pelo filósofo Jorge Larrosa. Trata-se de um estudo de reflexão realizado a partir de uma experiência docente com alunos do primeiro período de graduação entre os anos de 2018 e 2020. A atividade se desenvolveu em três momentos: busca ativa sobre as referências profissionais históricas e contemporâneas, análise desses achados e construção coletiva de um livro. Dessa forma, percebemos que, com base nas metodologias ativas, houve protagonismo dos graduandos no processo de ensino e aprendizagem sobre a história da enfermagem, conhecimento fundamental para o exercício da profissão. Refletiu-se, assim, que o uso de estratégias inovadoras e ativas na disciplina de Enfermagem pode gerar repercussões positivas tanto para alunos quanto para a docência em si.

Referências

BONDÍA, J. L. Notas sobre a experiência e o saber de experiência. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n. 19, p. 20-28, abr. 2002. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-24782002000100003&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 13 jan. 2020.

BRASIL. Resolução nº 510, de 07 de abril de 2016. Dispõe sobre as normas aplicáveis a pesquisas em Ciências Humanas e Sociais. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 22 maio 2016. Disponível em: http://conselho.saude.gov.br/resolucoes/2016/Reso510.pdf. Acesso em: 24 set. 2020.

BRASIL. Política Nacional de Educação Permanente em Saúde: o que se tem produzido para o seu fortalecimento? Brasília: Ministério da Saúde; Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde; Departamento de Gestão da Educação na Saúde, 2018.

FIGUEIREDO, E. B. L. de et al. Research-interference: a nomad mode for researching in health. Revista Brasileira de Enfermagem, Brasília, v. 72, n. 2, p. 571-576, abr. 2019. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71672019000200571&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 20 jun. 2020.

FIGUEIREDO, E. B. L. de; TREVISANI, K. (org.). A história da enfermagem em correspondências: entre fatos e versões. Rio de Janeiro: Quicelê Publicações Artesanais, 2019.

FORTUNA, C. M. et al. Collective Health Nursing: desires and practices. Revista Brasileira de Enfermagem, Brasília, v. 72, supl. 1, p. 336-340, 2019. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71672019000700336&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 16 mar. 2021.

HINO, P. et al. Comprehensiveness in the perspective of public health: pathways for the training of the nurse. Revista Brasileira de Enfermagem, Brasília, v. 72, n. 4, p. 1119-1123, ago. 2019. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71672019000401119&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 22 ago. 2020.

MATTIA, B. J.; KLEBA, M. E.; PRADO, M. L. do. Nursing training and professional practice: an integrative review of literature. Revista Brasileira de Enfermagem, Brasília, v. 71, n. 4, p. 2039-2049, ago. 2018. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71672018000402039&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 17 jul. 2020.

MORAN, J. Metodologias ativas para uma aprendizagem mais profunda. In: BACICH, L.; MORAN, J.(org.). Metodologias ativas para uma educação inovadora: uma abordagem teórico-prática. Porto Alegre: Penso, 2018. Disponível em: https: //curitiba.ifpr.edu.br/wp-content/uploads/2020/08/Metodologias-Ativas-para-uma-Educacao-Inovadora-Bacich-e-Moran.pdf. Acesso em: 13 maio 2021.

NASCIMENTO, A. K. da C.; BADUY, R. S. Simulação, oficina e roda de conversa: estratégias de aprendizagem ativa na saúde. Revista Educação em Debate, Fortaleza, ano 43, n. 84, jan./abr. 2021. Disponível em: http://www.periodicosfaced.ufc.br/index.php/educacaoemdebate/article/view/1129/0. Acesso em: 14 maio 2021.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS. Ano da Profissional de Enfermagem e Parteira. Disponível em: https://nacoesunidas.org/oms-define-2020-como-ano-internacional-dos-profissionais-de-enfermagem-e-obstetricia/amp/. Acesso em: 13 jan. 2021.

PREPARAR. In: DICIO, Dicionário Online de Português. Porto: 7Graus; 2020. Disponível em: https://www.dicio.com.br/trabalho/. Acesso em: 27 jun. 2020.

SOUZA, D. M. de et al. Pedagogical preparation of nursing professors for professional secondary technical education. Revista Brasileira de Enfermagem, Brasília, v.71, n.5, p. 2432-2439, out. 2018. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71672018000502432&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 6 jul. 2020.

Downloads

Publicado

2023-02-28

Como Citar

PAQUIELA, E. O. de A. .; FIGUEIREDO, E. B. L. de .; LEMOS, P. F. S. .; ABRAHÃO, A. L. . Experiência, sentido e palavra: reflexões sobre o ensino da história da enfermagem. Educação: Teoria e Prática, [S. l.], v. 33, n. 66, p. e23[2023], 2023. DOI: 10.18675/1981-8106.v33.n.66.s15982. Disponível em: https://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/educacao/article/view/15982. Acesso em: 19 jun. 2024.

Edição

Seção

Relatos de experiência