Humanidade, razão e educação prática

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18675/1981-8106.v33.n.66.s15895

Palavras-chave:

Humanidade. Razão Prática. Educação Prática. Kant.

Resumo

Fundamentados no exame conceitual da filosofia prática de Immanuel Kant (1724-1804), almejamos com este artigo, de caráter teórico-filosófico, esclarecer, discutir e refletir sobre a formação da humanidade via educação. Pretendemos resgatar, em especial, dois conceitos de razão e de educação prática em Kant. Qual é a contribuição da educação prática de Kant à reflexão e ao alcance da formação humana na atualidade? Tendo em vista essa questão, abarcamos, neste artigo, a compreensão do projeto de razão e de educação prática com a sugestão de que a formação da humanidade do ser humano possa ser assegurada na complexa ação educacional. Oferecemos o estudo teórico para compreender, orientar e, quem sabe, promover a realidade, particularmente a educacional de formação e a de transformação humana, o que manifesta, ademais, a oportunidade do pensamento para compreender e transformar o real.

Referências

ADORNO, T. Educação e emancipação. 4. ed. Tradução de Wolfgang Leo Maar. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2006.

Arendt, H. A dignidade da política: ensaios e conferências. Tradução de Antonio Abranches. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 1993.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, 2017. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf. Acesso em: 22 ago. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum para a Formação Inicial de Professores da Educação Básica – BNC Formação. Brasília, 2019. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/docman/dezembro-2019-pdf/135951-rcp002-19/file#:~:text=Par%C3%A1grafo%20%C3%BAnico.-,As%20Diretrizes%20Curriculares%20Nacionais%20para%20a%20Forma%C3%A7%C3%A3o%20Inicial%20em%20N%C3%ADvel,%2FCP%20n%C2%BA%204%2F2018. Acesso em: 20 ago. 2020

BUENO, V. C. de A. Kant e a tarefa da educação. In. OLIVEIRA, P. E. de (org.) Filosofia e educação: aproximações e convergências. Curitiba: Círculo de Estudos Bandeirantes, 2012.

CORSETTI, B. Neoconservadorismo e Políticas Educacionais no Brasil. Educação Unisinos. v. 23, n. 4, p. 774-784, out./dez. 2019. DOI: https://doi.org/10.4013/edu.2019.234.19324. Disponível em: http://revistas.unisinos.br/index.php/educacao/article/view/edu.2019.234.11. Acesso em: 13 jul. 2020.

DELBOS, V. La philosophie pratique de Kant. Paris: P. U. F., 1969.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2010.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. 42. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2005.

GRACIA, D. La construction de la autonomía moral. Parte II. Revista del Hospital Italiano de Buenos Aires, v. 32, n.1, 2012.

KANT, I. Antropologia de um ponto de vista pragmático. 1. ed. Tradução de Clélia Aparecida Martins. São Paulo: Iluminuras, 2006.

KANT, I. Crítica da Razão Prática. 1. ed. bilíngue. Tradução de Valério Rohden. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

KANT, I. Crítica da Razão Pura. 5. ed. Tradução de Manuela Pinto dos Santos e Alexandre Fradique Morujão. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2001.

KANT, I. Crítica do juízo. Trad. Valério Rohden e António Marques. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1993.

KANT, I. Fundamentação da Metafísica dos Costumes. In: KANT, I. Textos selecionados. Seleção de textos de Marilena de Souza Chauí. Tradução de Tania Maria Bernkopf, Paulo Quintela e Rubens Rodrigues Torres Filho. São Paulo: Abril Cultural, 1980. (Coleção Os Pensadores).

KANT, I. Metafísica dos costumes. Parte II: Princípios metafísicos da doutrina da virtude. 1. ed. Tradução de Artur Morão. Lisboa: Ed. 70, 2004.

KANT, I. Resposta à pergunta: o que é o esclarecimento?. In: KANT, I. Textos Seletos. 2. ed. bilíngue. Tradução de Raimundo Vier e Floriano de Sousa Fernandes. Rio de Janeiro: Vozes, 1985.

KANT, I. Sobre a pedagogia. 2. ed. Tradução de Francisco Cock Fontanella. Piracicaba: Unimep, 1999.

LA TAILLE, Y. de. A educação moral: Kant e Piaget. In: MACEDO, L. de (org.). Cinco estudos de educação moral. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1996.

OLIVEIRA, M. N. de. Para inspirar confiança: considerações sobre a formação moral em Kant. Revista Transformação, São Paulo, v. 29, n. 1 p. 60-77, 2006.

LOUDEN, R. Kant´s impure ethics. From rational beings to human beings. New York; Oxford: Oxford University Press, 2000.

MAIA, A. F. A. As aporias do conceito de autonomia: contribuições pontuais para a educação emancipatória. In: ZUIN, A. A. S.; LASTÓRIA, L. A. C. N.; GOMES, L. R. (org.). Teoria Crítica e Formação Cultural: aspectos filosóficos e sociopolíticos. 1. ed. Campinas: Autores Associados, 2012.

NIETZSCHE, F. Genealogia da Moral: Uma polêmica. Tradução de Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.

SANTOS, R. dos. Educação moral e civilização cosmopolita: atualidade da filosofia prática de Kant. Revista Iberoamericana de Educación, n. 41, p. 4 -10, 2007.

SANTOS, R. dos. Kant e a exigência de uma ciência da educação. Educação em Revista, v. 1, n. 5, p. 49-62, 2004.

SANTOS, R. dos. Liberdade e coerção: a autonomia moral é ensinável?. Studia Kantiana - Revista da Sociedade Kant Brasileira, n. 11, p. 202-216, 2011.

SANTOS, R. dos. O Problema da Autenticidade das Preleções de Pedagogia de Kant. In. FERRAZ, C.; CHAGAS, F. C.; SANTOS, R. dos (org.). A filosofia prática de Kant: ensaios. Pelotas: NEPFIL online, 2014.

SAVIANI, D. A Nova LDB: trajetória, limites e perspectivas. 5. ed. Campinas: Autores Associados, 1999.

SEVERINO, A. J. Educação, sujeito e história. São Paulo, Olho d’água, 2001.

STARK, W. Vorlesung – Nachlass – Druckschrift? Bemerkungen zu Kant über Pädagogik. In: Kant-Studien 91. Jahrgang, Sonderheft. Berlin – New York: Walter de Gruyter, 2000.

SUCHODOLSKI, B. A pedagogia e as grandes correntes filosóficas. 2. ed. Lisboa: Livros Horizonte. 2002.

WEISSKOPF, T. Immanuel Kant und die Pädagogik. Beiträge zu einer Monographie. Basel: Editio Academica, 1970.

Downloads

Publicado

2023-02-28

Como Citar

ANDRADE, R. C. L. Humanidade, razão e educação prática. Educação: Teoria e Prática, [S. l.], v. 33, n. 66, p. e06[2023], 2023. DOI: 10.18675/1981-8106.v33.n.66.s15895. Disponível em: https://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/educacao/article/view/15895. Acesso em: 23 maio. 2024.