Profissão Professor: a dimensão afetiva contemplada em sua identidade

  • Rebeca Possobom Arnosti Universidade Estadual Paulista- Campus Rio Claro
  • Larissa Cerignoni Benites Universidade Estadual Paulista- Campus Rio Claro
  • Samuel de Souza Neto Universidade Estadual Paulista- Campus Rio Claro
Palavras-chave: Dimensão Afetiva, Identidade Docente, Profissionalidade Docente.

Resumo

A pesquisa emerge do cenário de crises e contradições que envolvem a educação, o professor e a sua identidade. Na tentativa de re-significar esta identidade, visando encontrar elementos que contribuam com a construção da profissionalidade docente, partiu-se do pressuposto da importância de se investir no desenvolvimento pessoal do professor, contemplando sua dimensão afetiva. O objetivo deste estudo foi identificar nos docentes que atuam em escolas da rede de ensino, educação básica, os aspectos constitutivos da dimensão (sócio-)afetiva de sua identidade. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, tendo como instrumentos de coleta de dados observações e entrevistas semiestruturadas. Os dados contemplam as diferentes categorias da profissionalidade docente, de modo que se pode visualizar como a afetividade assume papel essencial na formação e no trabalho dos professores, já que seu desenvolvimento possibilita a construção de uma prática pedagógica diferenciada, facilita a elaboração de trabalhos pedagógicos coletivos e, ainda, quando reconhecida e desenvolvida na graduação, contribui para que crenças e princípios pessoais possam ser reavaliados sob uma perspectiva científica e profissional.

Biografia do Autor

Rebeca Possobom Arnosti, Universidade Estadual Paulista- Campus Rio Claro
Departamento de Educação
Larissa Cerignoni Benites, Universidade Estadual Paulista- Campus Rio Claro
Departamento de Educação
Samuel de Souza Neto, Universidade Estadual Paulista- Campus Rio Claro
Departamento de Educação
Publicado
2013-12-16
Como Citar
ARNOSTI, R. P.; BENITES, L. C.; SOUZA NETO, S. DE. Profissão Professor: a dimensão afetiva contemplada em sua identidade. Educação: Teoria e Prática, v. 23, n. 44, p. 4-23, 16 dez. 2013.
Seção
Artigos