PRÁTICAS DE LEITURA NO CONTEXTO ESCOLAR: A IMPORTÂNCIA DO DIALOGISMO NA FORMAÇÃO DO LEITOR

Palavras-chave: Práticas de Leitura. Formação do Leitor. Dialogismo. Leitura Dialógica.

Resumo

Este artigo discute as práticas de leitura realizadas no contexto escolar, evidenciando a importância da leitura dialógica na formação do leitor, segundo a noção de dialogismo de Bakhtin, por meio de uma pesquisa bibliográfica e documental. Problematizam-se as possíveis concepções de leitura, a partir dos diferentes processos de ensino-aprendizagem, com base em Mizukami (1986), Gadotti (1999) e Silva (1999). Entende-se a leitura como um processo dialógico, propondo-a como possibilidade de atuação educativa que promova a formação do leitor em contexto escolar, considerando os dados obtidos em duas teses referentes às práticas de leitura e à escola e o que determinam os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs) e a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) no tocante à leitura.

Referências

BAKHTIN, M. Estética da criação verbal. 3. ed. São Paulo, Martins Fontes, 2000.

BARROS, D. L. P. Dialogismo, polifonia e enunciação. In: BARROS, D. L. P.; FIORIN, J. L. (org.). Dialogismo, polifonia, intertextualidade. São Paulo, SP: Edusp, 1999.

BRASIL. Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2018.

BRASIL. Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica. Linguagens, códigos e suas tecnologias. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2006.

BRASIL. Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica. Parâmetros Curriculares Nacionais: língua portuguesa. Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1997.

GADOTTI, M. História das ideias pedagógicas. 8. ed. São Paulo, SP: Ática, 1999.

MIZUKAMI, M. G. N. Ensino: as abordagens do processo. São Paulo, SP: E.p.u., 1986.

OCTÁVIO, R. G. Práticas de leitura entre leitores escolares e leitores contemporâneos: a ilusão do real. 2014. 149 f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2014.

OLIVEIRA, G. R. As práticas de leitura literária de adolescentes e a escola: tensões e influências. 2013. 377 f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013.

SILVA, E. T. da. Concepções de leitura e suas consequências no ensino. Perspectiva. Florianópolis, v. 17, n. 31, p. 11-19, jan./jun. 1999. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/perspectiva/article/viewFile/10708/10213. Acesso em: 17 nov. 2017.

Publicado
2020-12-14