Intervenção com profissionais de pré-escolas: concepção sobre famílias de alunos público-alvo da educação especial

Palavras-chave: Educação especial. Relação família-escola. Formação de professores. Educação infantil.

Resumo

O objetivo deste estudo foi identificar as possíveis mudanças, após a participação em um programa de intervenção, nas opiniões de profissionais pré-escolares sobre características das famílias de crianças do público-alvo da educação especial e seus comportamentos que contribuem com o desenvolvimento dos filhos. Sete profissionais escolares participaram do curso, dividido em dez encontros quinzenais, realizado nas dependências da universidade. Os dados foram coletados por meio de grupo focal, antes e após as discussões e reflexões sobre a temática, passando, posteriormente, por análise de conteúdo e categorização. Os resultados indicaram que a intervenção promoveu mudanças nas opiniões das participantes, pois suas concepções tornaram-se mais relacionadas a aspectos positivos, com menor frequência e/ou ausência de conceitos estigmatizados, de culpabilização e de atribuições negativas às famílias, os quais são obstáculos para um relacionamento favorável à inclusão do aluno. Considera-se que programas de formação continuada de profissionais escolares são ferramentas válidas para favorecer a inclusão, pois promovem a desconstrução de conceitos estigmatizados, os quais são impeditivos da aproximação e relação entre família e escola, a qual beneficia o aluno.

Biografia do Autor

Fabiana Cia, Universidade Federal de São Carlos

 

 

Referências

BEE, H. A criança em desenvolvimento. 9. ed. Porto Alegre: ArtMed, 2003.

BHERING, E.; DE NEZ, T. B. Envolvimento de pais em creche: possibilidade e dificuldades de parceria. Psicologia: Teoria e Pesquisa, Brasília, DF, v. 18, n. 1, p. 63-73, 2002. Disponível em: https://bit.ly/3Erc31w. Acesso em: 16 mar. 2021.

BORGES, L.; CIA, F. Colaboração das famílias no contexto da inclusão: concepção dos professores após programa de intervenção. Trilhas Pedagógicas, Pirassununga, v. 10, n. 12, p. 325-341, 2020. Disponível em: https://fatece.edu.br/arquivos/arquivos-revistas/trilhas/volume10/Laura%20Borges;%20Fabiana%20Cia.pdf. Acesso em: 16 mar. 2021.

BORGES, L.; GUALDA, D. S.; CIA, F. Relação família e escola e educação especial: opinião de professores. Revista Educação: Teoria e Prática, Rio Claro, v. 25, n. 48, p. 168-185, 2015. Disponível em: https://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/educacao/article/download/6404/6647/. Acesso em: 16 mar. 2021.

BRASIL. Ministério da Educação. Programa Educação Inclusiva: direito à diversidade: a família. Brasília, DF: MEC, 2004.

BRASIL. Política Nacional de Educação Especial na perspectiva da educação inclusiva. Brasília, DF: MEC, 2008.

CERIBELLI, R. F. A relação família e escola na perspectiva de professores de educação infantil: um diálogo na formação continuada. 2011. 156 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade Metodista de Piracicaba, Piracicaba, 2011.

CHACON, M. C. M. Família e escola: uma parceria possível em prol da inclusão. In: MARTINS, L. A. R.; PIRES, J.; PIRES, G. N. L. (org.). Políticas e práticas educacionais inclusivas. Natal: Edufrn, 2008. p. 309-322.

CHECHIA, V. A. Intervenção com grupo de pais de alunos com insucesso escolar. 2009. 430 f. Tese (Doutorado em Psicologia) – Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2009.

CHECHIA, V. A.; ANDRADE, A. S. O desempenho escolar no sucesso dos filhos na percepção de pais de alunos com sucesso e insucesso escolar. Estudos de Psicologia, Campinas, v. 10, n. 13, p. 431-440, 2005. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-294X2005000300012&lng=en&nrm=iso&tlng=pt. Acesso em: 16 mar. 2021.

CHRISTOVAM, A. C. C.; CIA, F. O envolvimento parental na visão de pais e professores de alunos com necessidades educacionais especiais. Revista Brasileira de Educação Especial, Bauru, v. 19, n. 4, p. 563-582, 2013. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-65382013000400007&lng=en&nrm=iso&tlng=pt. Acesso em: 16 mar. 2021.

CIA, F.; BORGES, L.; CHRISTOVAM, A. C. C. Relação família e escola na educação infantil de crianças público-alvo da educação especial. In: CARNEIRO, R. U. C.; DALL’ACQUA, M. J. C.; CARAMORI, P. M. A educação especial e inclusiva: mudanças para a escola e sociedade. Jundiaí: Paco, 2014. p. 75-109.

COZBY, P. Métodos de pesquisa em ciências do comportamento. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2006.

CRUZ, A. R. S. Família e escola: um encontro de relações conflituosas. Sitientibus, Feira de Santana, n. 37, p. 27-45, 2007. Disponível em: http://www2.uefs.br:8081/sitientibus/pdf/37/familia_e_escola.pdf. Acesso em: 16 mar. 2021.

DESSEN, M. A.; POLONIA, A. C. A família e a escola como contextos de desenvolvimento humano. Paidéia, Ribeirão Preto, v. 17, n. 36, p. 21-32, 2007. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-863X2007000100003&lng=en&nrm=iso&tlng=pt. Acesso em: 16 mar. 2021.

DIAS, J. C. A problemática da relação família/escola e a criança com necessidades educativas especiais. 1996. 158 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Estudos Especializados em Educação Especial) – Instituto Jean Piaget, Lisboa, 1996. Disponível em: https://www.inr.pt/documents/11309/217178/a_problematica_da_relacao_fam%C3%ADlia_ escola_e_a_crianca.pdf/da2b6b08-a5d8-4373-b029-8fd2445ce178. Acesso em: 16 mar. 2021.

FOREST, N. A.; WEISS, S. L. I. Cuidar e educar: perspectivas para a prática pedagógica na educação infantil. Leonardo Pós, Santa Catarina, v. 1, p. 41-45, 2003. Disponível em: https://docplayer.com.br/2215211-Cuidar-e-educar-perspectivas-para-a-pratica-pedagogica-na-educacao-infantil.html. Acesso em: 16 mar. 2021.

FUSVERKI, E. V.; PABIS, N. A. A participação dos pais na escola influencia para uma melhor aprendizagem. Revista Eletrônica Latu Sensu, Guarapuava, v. 3, n. 1, p. 1-15, 2008. Disponível em: http://www.unicentro.br/especializa%C3%A7%C3%A3o/Revista_Pos. Acesso em: 16 mar. 2021.

GLAT, R. Orientação familiar como estratégia facilitadora do desenvolvimento e inclusão de pessoas com necessidades especiais. In: MENDES, E. G.; ALMEIDA, M. A. A. (org.). A pesquisa sobre inclusão escolar em suas múltiplas dimensões: teoria, política e formação. Marília: ABPEE, 2012. p. 315-340.

JIMÉNEZ LEÓN, I. Lá relación família escuela. Jaén: Íttakus, 2008. Disponível em: http://centros.educacion.navarra.es/caps/primaria2/files/La%20relaci%C3%B3n%20familia%20escuela.pdf. Acesso em: 8 jul. 2014.

LIMA, M. C. B. A qualidade em educação infantil nas representações sociais de professores de escolas da primeira infância. In: ENCONTRO NACIONAL DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PSICOLOGIA SOCIAL, 15., 2009, Maceió. Anais […]. Maceió: Abrapso, 2009.

LOPES, C. C. G. P. Trabalho com as famílias na educação infantil: concepções e práticas. 2008. 133 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Ciências e Tecnologias, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Presidente Prudente, 2008.

LOPES, C. C. G. P.; GUIMARÃES, C. M. A relação com as famílias na educação infantil: demandas de formação dos professores. In: CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO, 2008, Curitiba. Anais […]. Curitiba: Champagnat, 2008. v. 1, p. 12443-12456.

MARCONDES, K. H. B.; SIGOLO, S. R. R. L. A relação entre família e a escola no contexto da progressão continuada. In: REUNIÃO ANUAL DA ANPED, 29. 2006, Caxambu. Anais […]. Rio de Janeiro: Anped, 2006.

MARTINS, S. V. M.; TAVARES, H. M. A família e a escola: desafios para a educação no novo mundo contemporâneo. Revista Católica, Uberlândia, v. 2, n. 3, p. 256-263, 2010. Disponível em: https://docplayer.com.br/7037335-A-familia-e-a-escola-desafios-para-a-educacao-no-mundo-contemporaneo-1.html. Acesso em: 16 mar. 2021.

OLIVEIRA, M. C. G. L. Relação família-escola e participação dos pais. 2010. Dissertação (Mestrado em Educação) – Instituto Superior de Educação e Trabalho, Porto, 2010.

PAMPLIN, R. C. O. Dimensões da relação família-escola: programa de intervenção para professores como agentes de promoção do envolvimento parental. 2010. 218 f. Tese (Doutorado em Educação Especial) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2010.

PANIAGUA, G. As famílias de crianças com necessidades educativas especiais. In: COLL, C.; MARCHESI, Á.; PALACIOS, J. (org.). Desenvolvimento psicológico e educação: transtornos de desenvolvimento e necessidades educativas especiais. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2004. v. 3, p. 330-346.

REIS, M. P. I. F. C. P. A relação entre pais e professores: uma construção de proximidade para uma escola de sucesso. 2008. 329 f. Tese (Doutorado em Educação Infantil e Familiar) – Facultad de Ciencias de la Educación, Universidad de Málaga, Málaga, 2008.

RIBEIRO, J. M. M. A colaboração entre a família de crianças com necessidades educativas especiais e a escola: percepções de pais e educadores de infância/professor do 1º ciclo. 2012. 143 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Educação) – Escola Superior de Educação João de Deus, Lisboa, 2012. Disponível em: http://comum.rcaap.pt/bitstream/123456789/2575/1/Disserta%C3%A7%C3%A3o_Joana%20Ribeiro.pdf. Acesso em: 8 jul. 2014.

ROCHA, H. M. P. O envolvimento parental e a relação escola-família. 2006. 283 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Educação) – Universidade de Aveiro, Aveiro, 2006.

ROLFSEN, A. B.; MARTINEZ, C. M. S. Programa de intervenção para pais de crianças com dificuldades de aprendizagem: um estudo preliminar. Paidéia, Ribeirão Preto, v. 18, n. 39, p. 175-188, 2008. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-863X2008000100016&lng=en&nrm=iso&tlng=pt. Acesso em: 16 mar. 2021.

SILVA, A. M. Buscando componentes da parceria colaborativa na escola entre família de crianças com necessidades especiais e profissionais. 2006. 122 f. Dissertação (Mestrado em Educação Especial) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2007.

SILVA, N. L. P.; DESSEN, M. A. Crianças com síndrome de Down e suas interações familiares. Psicologia: Reflexão e Crítica, Porto Alegre, v. 16, n. 3, p. 503-514, 2003. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/prc/v16n3/v16n3a09.pdf. Acesso em: 16 mar. 2021.

SOUSA, A. P.; JOSÉ FILHO, M. A importância da parceria entre família e escola no desenvolvimento educacional. Revista Iberoamericana de Educación, Madrid, v. 44, n. 7, p. 1-8, 2008. Disponível em: https://rieoei.org/historico/deloslectores/1821Sousa.pdf. Acesso em: 16 mar. 2021.

TANCREDI, R. M. S. P.; REALI, A. M. M. R. Visões de professores sobre as famílias de seus alunos: um estudo na área de educação infantil. In: REUNIÃO ANUAL DA ANPED, 24., 2001, Caxambu. Anais […]. Caxambu: Anped, 2001.

VEQUI, V. P. Educação familiar: colaboração e participação entre a escola e a família nas dimensões afetiva, cognitiva e de socialização. 2008. Dissertação (Mestrado Acadêmico em Educação) – Universidade do Vale do Itajaí, Itajaí, 2008.

VILLAS-BOAS, M. A. A relação escola-família-comunidade inserida na problemática da formação de professores. Lisboa, 2011. 178 f. Disponível em: http://www.educ.fc.ul.pt/recentes/mpfip/pdfs/adelinavillasboas.pdf. Acesso em: 8 jul. 2014.

Publicado
2022-04-04
Como Citar
BORGES, L.; CIA, F. Intervenção com profissionais de pré-escolas: concepção sobre famílias de alunos público-alvo da educação especial. Educação: Teoria e Prática, v. 32, n. 65, p. e03[2022], 4 abr. 2022.