O GERENCIALISMO NA EDUCAÇÃO PÚBLICA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO (2009-2012): ORIGENS, IMPLANTAÇÃO E RESULTADOS

  • Jairo Campos dos Santos Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Luiza Alves de Oliveira Universidade Federal do Rio de Janeiro
Palavras-chave: Gerencialismo. Educação Pública. Rio de Janeiro.

Resumo

Este trabalho tem como objetivo estudar a política de gestão do sistema educacional público da cidade do Rio de Janeiro, no período de 2009 a 2012. A hipótese que desencadeia este estudo é a de que o novo modelo de gestão implementado está baseado em preceitos da administração pública gerencial, aqui entendida em oposição aos preceitos da administração pública burocrática clássica. Em sequência a essa hipótese o estudo verificará em que medida essa política trouxe resultados positivos para a melhoria da educação pública da cidade. A pesquisa buscou um encadeamento teórico e empírico por meio da análise da presença da concepção gerencial nesse novo modelo de gestão da educação pública, sua implementação e os resultados obtidos. Constatou-se que o modelo utilizado na gestão educacional da cidade do Rio de Janeiro, devido a suas origens e às formas de associação com outros mecanismos tradicionais do serviço público não agregou substanciais evoluções na qualidade do processo educacional, pois os resultados apresentados são pouco representativos, apesar dos significativos recursos públicos investidos. Palavras-chave: Gerencialismo. Educação Pública. Rio de Janeiro.
Publicado
2017-04-27
Como Citar
DOS SANTOS, J. C.; DE OLIVEIRA, L. A. O GERENCIALISMO NA EDUCAÇÃO PÚBLICA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO (2009-2012): ORIGENS, IMPLANTAÇÃO E RESULTADOS. Educação: Teoria e Prática, v. 27, n. 54, p. 133 - 156, 27 abr. 2017.
Seção
Artigos