MUDANÇAS E PERSPECTIVAS NA EDUCAÇÃO SUPERIOR: ESTUDOS NO BRASIL E EM PORTUGAL

Palavras-chave: Educação Superior. Democratização. Expansão. Internacionalização.

Resumo

A educação superior tem atraído o interesse de vários pesquisadores em âmbito mundial nas últimas décadas, especialmente a partir dos processos de democratização e inclusão, que têm apresentado maiores oportunidades de acesso dos cidadãos a níveis mais avançados de formação. Brasil e Portugal fazem parte desse cenário. Dadas as particularidades históricas e o contexto contemporâneo dos sistemas de ensino superior nesses países, será objetivo deste artigo, a partir de levantamento bibliográfico, apresentar reflexões acerca dos indicadores da expansão ocorrida no sistema de ensino superior no Brasil e em Portugal, nomeadamente as relações entre democratização, igualdade de acesso, equidade dos processos e resultados de efetiva inclusão. Acrescidas a esses pontos, as políticas de internacionalização que têm influenciado a inserção da educação superior em um contexto mundial cada vez mais complexo e competitivo serão igualmente objeto de reflexão.

Referências

AGÊNCIA DE AVALIAÇÃO E ACREDITAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR – A3ES. O sistema de ensino superior em Portugal – Parte I. 2012. Recuperado de https://www.a3es.pt/sites/default/files/R4_MAPAS&Nos.pdf.

AGÊNCIA DE AVALIAÇÃO E ACREDITAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR - A3ES. O sistema de ensino superior em Portugal – Parte II. 2015. Recuperado de https://www.a3es.pt/sites/default/files/R5_UNIVERSID.pdf.

ALMEIDA, L. S.; VASCONCELOS, R. Ensino superior em Portugal: décadas de profundas exigências e transformações. Innovación Educativa, México, v. 18, p. 23-34, 2008.

ALMEIDA, L., MARINHO-ARAUJO, C. M., AMARAL, A.; DIAS, D. Democratização do acesso e do sucesso no ensino superior: uma reflexão a partir das realidades de Portugal e do Brasil. Avaliação, v. 17, n. 3, p. 899-920, 2012.

AMARAL, A. C. (2007). A reforma do ensino superior em Portugal. In: CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO (CNE) (Ed.), Políticas de ensino superior - Quatro temas em debate. Matosinhos: CIPES, 2012, p. 10-21.

AMARAL, A., TAVARES, O.; SANTOS, C. Higher education reform in Portugal: an historical and comparative perspective of the new legal framework for public universities. Higher Education Policy, v. 26, n. 1, p. 5-24, 2013.

BALSA, C. Processo de democratização e acesso ao ensino superior em Portugal. In: AMARAL, A. (ed.). Políticas de ensino superior. Quatro temas em debate. Lisboa: Conselho Nacional de Educação. p. 249-289, 2008.

BRASIL. Ministério da Educação – Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Censo da educação superior 2018. Brasília, 2018.

BRASIL. Ministério da Educação. Decreto nº 5.773. Dispõe sobre o exercício das funções de regulação, supervisão e avaliação de instituições de educação superior e cursos superiores de graduação e sequenciais no sistema federal de ensino. Brasília, 2006.

BRASIL. Decreto n° 6.096, de 24 de abril de 2007. Institui o Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais – REUNI. Brasília: Casa Civil, 2007. Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2007/decreto/d6096.htm.

BRASIL. Ministério da Educação. Decreto nº 7.234 - Dispõe sobre o Programa Nacional de Assistência Estudantil – PNAES. Brasília, 2010.

BRASIL. Ministério da Educação. Decreto nº 7824/2012. Regulamenta a Lei das Cotas. Brasília, 2012.

BRASIL. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Decreto nº 7.642, de 13 de dezembro de 2011. Regulamenta o Programa Ciência Sem Fronteiras. Brasília, 2014.

BRASIL. Ministério da Educação Lei nº 8.948 – Dispõe sobre a instituição do Sistema Nacional de Educação Tecnológica e dá outras providências. Ministério da Educação. Brasília, 1994.

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Ministério da Educação. Brasília, 1996.

Brasil. Ministério da Educação. Lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004. Institui o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior – SINAES. Brasília, 2004

Brasil. Ministério da Educação. Lei nº 11.096, de 13 de janeiro de 2005. Institui o ProUni – Programa Universidade para Todos. Brasília, 2005.

BRASIL. Ministério da Educação. Referencial para as Diretrizes Curriculares Nacionais – DCN dos Cursos de Graduação. Parecer nº: CNE/CES 67/2003. Ministério da Educação. Brasília, 2003.

BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Nacional da Educação. Documento Técnico contendo estudo analítico, teórico e metodológico sobre o impacto e a organização do Programa Ciência sem Fronteiras nas políticas públicas da Educação Superior (Relatório nº 914BRZ1136 – MEC). Brasília, 2013.

BRASIL. Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação – PNE e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 26 jun. 2014a. Seção 1 (ed. extra), p. 1.

BRASIL. Ministério da Educação. Edital nº 41/2017 – Programa Institucional de Internacionalização – Capes/PrInt. Brasília, 2017

CABRITO, B. G. O Ensino Superior em Portugal: Percursos contraditórios. Educativa (Goiânia), v. 14, n. 2, p. 209-227, 2011.

CIPES. A Rede do Ensino Superior em Portugal II. (coord. Alberto Amaral). Porto: CIPES, 2009.

CIPES. A Rede do Ensino Superior em Portugal III. (coord. Alberto Amaral) Porto: CIPES, 2010

COLUCCI, E., COSTA, A. S.; SILVA, R. Estratégias de Internacionalização na Europa e no Brasil e o Impacto do Programa Ciência Sem Fronteiras. Projeto ALISIOS: Documento de Trabalho nº 2. Programa Erasmus Mundus da União Europeia, 2015.

DGEEC - Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência. Disponível em: http://www.dgeec.mec.pt/np4/EstatVagasInsc/.

DIAS SOBRINHO, J. Educação superior: Bem público, equidade e democratização. Revista de Avaliação da Educação superior, v. 18, n. 1, p. 107-126, 2013.

DOURADO, L. F. Políticas e gestão da educação superior no Brasil: múltiplas regulações e controle. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, v. 27, n. 1, p. 53-65, 2011.

EAPN - European Anti-Poverty Network. A Estratégia Europa 2020. Bruxelas, 2011.

FEITOSA, L. R. C,; MARINHO-ARAUJO, C. M. O papel do psicólogo na educação profissional e tecnológica: Contribuições da Psicologia Escolar. Estudos em Psicologia (Campinas), v. 35, n. 2, p. 181-191, 2018.

FEITOSA, L. R. C., MARINHO-ARAUJO, C. M.; ALMEIDA, L. S. Serviços de psicologia na educação superior em Portugal: O caso dos Institutos Politécnicos. Psicologia, Educação e Cultura, v. XX, p. 364-383, 2016.

FERREIRA, J. B. Globalização e ensino superior: a discussão de Bolonha. Perspectiva, v. 1, p. 229-242, 2006.

FERREIRA, S. Reformas na Educação Superior: de FHC a Dilma Rousseff. Linhas Críticas, v. 36, p. 455-472, 2012.

FONSECA, M. P.; ENCARNAÇÃO, S. O Sistema de Ensino Superior em Portugal em mapas e números. Lisboa: A3ES, 2012

LIMA, P. G. Políticas de educação superior no Brasil na primeira década do Século XXI: alguns cenários e leituras. Avaliação, v. 18, n. 1, p. 85-105, 2013.

MARINHO-ARAUJO, C. M. Psicologia Escolar na Educação Superior: novos cenários de intervenção e pesquisa. In: MARINHO-ARAUJO, C. M. (org.). Psicologia Escolar: novos cenários e contextos de pesquisa, formação e prática. Campinas: Alínea, p. 155-202, 2009.

MARINHO-ARAUJO, C. M. Psicologia Escolar na educação superior: Desafios e potencialidades. In: GUZZO, R. S. L. (ed.). Psicologia Escolar: Desafios e bastidores na educação pública. Campinas: Alínea, p. 219-239, 2014.

MARINHO-ARAUJO, C. M. Inovações em Psicologia Escolar: O contexto da Educação Superior. Estudos de Psicologia (Campinas), v. 33, n. 2, p. 199-211, 2016.

MARINHO-ARAUJO, C. M.; POLIDORI, M. M. (org.). Análise dos sistemas de educação superior no Brasil e em Portugal: O que apontam as políticas educacionais. Porto Alegre: EdiPUCRS, 2012.

MARINHO-ARAUJO, C. M., FLEITH, D., ALMEIDA, L., BISINOTO, C.; RABELO, M. Adaptação da Escala Expectativas Acadêmicas de Estudantes Ingressantes na Educação Superior. Avaliação Psicológica, v. 14, n. 1, p. 133-141, 2015.

POLIDORI, M. M., MARINHO-ARAUJO, C. M.; BARREYRO, G. B. SINAES: perspectivas e desafios na avaliação da educação superior brasileira. Ensaio. Avaliação e Políticas Públicas em Educação, v. 14, p. 1-30, 2006.

PORTUGAL. Diário da República nº 230/2016, Série I de 2016-11-30. Decreto-Lei nº 113/2014, de 16 de julho. Provas especialmente adequadas destinadas a avaliar a capacidade para a frequência do ensino superior dos maiores de 23 anos, 2014.

PORTUGAL. Ministério da Educação. Decreto-Lei nº 369/2007. Instituiu a Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior, 2007

PORTUGAL. Decreto-Lei nº 513-T/1979 - Define a rede de estabelecimentos do ensino superior politécnico. Diário da República: I série, nº 29, 1979.

PORTUGAL. Lei n.º 62 de 10 de setembro de 2007. Regime jurídico das instituições de ensino superior. Portugal: MCTES, 2007.

PORTUGAL. Ministério da Educação. Parecer nº 6, de 25 de agosto de 2004. Implementação do Processo de Bolonha - parecer do Conselho Nacional de Educação, 2004.

VEIGA, A., ROSA, M. J.; AMARAL, A. The internationalisation of Portuguese Higher Education: How are higher education institutions facing this new challenge? Higher Education Management and Policy, v. 18, n. 1, p. 113-128, 2006.

VARGAS, H. M.; PAULA, M. DE F. C. Inclusão do estudante-trabalhador e do trabalhador-estudante na educação superior: desafio público a ser enfrentado. Avaliação, v. 18, n. 2, p. 459-485, 2013.

Publicado
2020-11-03