ENSINO DE HISTÓRIA E TEORIA HISTÓRICO-CULTURAL: REFLEXÕES SOBRE A ORGANIZAÇÃO DO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM

Autores

  • Clarice Gonçalves Rodrigues Alves Instituto Federal de Roraima

DOI:

https://doi.org/10.18675/1981-8106.vol28.n58.p426-441

Palavras-chave:

Ensino de História, Teoria Histórico-cultural, aprendizagem

Resumo

Este artigo busca refletir sobre as possibilidades didáticas de relacionar o ensino de História à luz da Teoria Histórico-cultural. Valendo-se de revisão bibliográfica de autores como Vigotsky, Leontiev e Galperin, buscou-se evidenciar a necessidade de pensar em metodologias que promovam a aprendizagem e a assimilação de conceitos objetivando o desenvolvimento cognitivo dos estudantes. O estudo salienta a importância do planejamento das atividades de estudo e o uso de teorias psicológicas e pedagógicas que incitem a criatividade e a criticidade, elementos indispensáveis para o aprendizado de História. Palavras-chave: Ensino de História. Teoria Histórico-cultural. Aprendizagem.

Biografia do Autor

Clarice Gonçalves Rodrigues Alves, Instituto Federal de Roraima

Professora de História do IFRR, mestre em educação, especialista em PROEJA

Publicado

2018-08-30

Como Citar

ALVES, C. G. R. ENSINO DE HISTÓRIA E TEORIA HISTÓRICO-CULTURAL: REFLEXÕES SOBRE A ORGANIZAÇÃO DO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM. Educação: Teoria e Prática, [S. l.], v. 28, n. 58, p. 426–441, 2018. DOI: 10.18675/1981-8106.vol28.n58.p426-441. Disponível em: https://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/educacao/article/view/12426. Acesso em: 15 jun. 2024.