CULTURA DE UMA ESCOLA TÉCNICA PORTUGUESA NOS ANOS 1950 — A ESCOLA INDUSTRIAL E COMERCIAL ALFREDO DA SILVA

  • José Manuel Matos Universidade Nova de Lisboa
  • Elmha Coelho Martins Moura Universidade Federal da Integração Latino-Americana
Palavras-chave: Culturas Escolares. Ensino Técnico. História da Educação.

Resumo

Este artigo tem a finalidade de exemplificar a cultura de escolas técnicas portuguesas na década de 1950, recorrendo ao caso da Escola Industrial e Comercial Alfredo da Silva (EICAS) da vila do Barreiro, em Portugal. Baseamos a investigação no referencial teórico da cultura escolar/culturas escolares. Metodologicamente este trabalho é um estudo histórico documental de caso: a EICAS. Nesse sentido, fizemos uso de documentos recolhidos no arquivo da Escola, nas Bibliotecas da Secretaria-Geral do Ministério da Educação português e na Câmara Municipal do Barreiro bem como de entrevistas. Empregamos a matriz operacional para o estudo da cultura de escola (MOECE), com o propósito de caracterizar a cultura da EICAS. Assim, detectamos marcas distintas e traços fundamentais culturais dessa Escola, no que se refere às categorias: finalidade e missão; normas, valores e crenças; redes sociais; rituais, tradições e cerimônias; histórias e histórias de vidas e identidades. A EICAS assumia-se como uma escola de formação profissional a serviço das necessidades dos empregadores e das aspirações dos jovens da região. Palavras-chave: Culturas Escolares. Ensino Técnico. Historia da Educação.
Publicado
2016-12-12
Seção
Artigos