Parcerias entre o Poder Público e a Esfera Privada como Instrumentos de Descentralização da Ação Estatal: diferentes perspectivas

Autores

  • Lucilene Rossi UNESP - Campus de Rio Claro - IB - Departamento de Educação

Palavras-chave:

Parcerias, Público e Privado, Descentralização

Resumo

Este artigo tem por objetivo apresentar diferentes perspectivas a respeito da adoção de parcerias entre o poder público e o setor privado no contexto brasileiro e mais especificamente no Estado de São Paulo em diferentes áreas governamentais, mas com ênfase nos campos da saúde e principalmente da educação. Essas parcerias parecem ser decorrentes das mudanças nas políticas públicas que se configuraram nas décadas de 1970, 1980 e 1990 e têm surgido como uma das alternativas para a descentralização de responsabilidades até então estatais, visando a redução do papel do Estado. No caso brasileiro, inserem-se no movimento de Reforma do Estado iniciado em 1995 com o Plano Diretor de Reforma do Aparelho do Estado (PDRAE). Por meio de pesquisa bibliográfica foram identificados alguns trabalhos, em diferentes áreas, que tratavam da temática das parcerias em questão e buscou-se realizar a análise dos mesmos, confrontando as diferentes perspectivas e opiniões sobre a adoção de parcerias presentes neles.

Biografia do Autor

Lucilene Rossi, UNESP - Campus de Rio Claro - IB - Departamento de Educação

Mestranda em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação do Departamento de Educação do Instituto de Biociências da UNESP - Rio Claro

Downloads

Publicado

2009-02-04

Como Citar

ROSSI, L. Parcerias entre o Poder Público e a Esfera Privada como Instrumentos de Descentralização da Ação Estatal: diferentes perspectivas. Educação: Teoria e Prática, [S. l.], v. 18, n. 31, p. 35, 2009. Disponível em: https://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/educacao/article/view/1870. Acesso em: 17 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos