Classes Especiais para Deficientes Mentais na Representação de Professores

Autores

  • Maria da Piedade Resende da Costa UFSCAR
  • Rita de Cássia Barbosa Paiva Magalhães Universidade Estadual do Ceará

Palavras-chave:

classes especiais, deficientes mentais, professores, representações

Resumo

Este estudo trata sobre as representações sociais de professores de classe especial para deficientes mentais leves. As representações sociais das professoras de classes especiais aqui descritas e analisadas são relativas às características, ao processo de encaminhamento dos alunos, aos objetivos e à condição de discriminação associados a tais classes. Entrevistou-se uma amostra de 18 professoras. Destas entrevistas, foram extraídos seis temas de análise dos quais surgiram alguns subtemas e as categorias de análise. As representações das professoras mostram que estas caracterizam os seus alunos ressaltando aspectos negativos referentes a comportamento e aprendizagem. Elas atribuem ao fracasso escolar o encaminhamento de alunos para as classes especiais, mas colocam nestes a responsabilidade por tal fracasso.

Downloads

Publicado

2009-03-23

Como Citar

DA COSTA, M. da P. R.; PAIVA MAGALHÃES, R. de C. B. Classes Especiais para Deficientes Mentais na Representação de Professores. Educação: Teoria e Prática, [S. l.], v. 1, n. 1, p. 19, 2009. Disponível em: https://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/educacao/article/view/2344. Acesso em: 24 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos