Desafios e Singularidades do Estágio Supervisionado na Formação de Professores de Ciências Sociais

Autores

  • Amurabi Oliveira Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.18675/1981-8106.vol24.n47.p195-216

Palavras-chave:

Ensino de Sociologia, Formação de Professores de Ciências Sociais, Estágio Supervisionado em Ciências Sociais.

Resumo

O presente trabalho busca realizar uma reflexão em torno da formação de professores em Ciências Sociais, considerando o estágio supervisionado como peça fundamental nesta. Destacamos aqui os aspectos particulares envolvidos no estágio em Ciências Sociais, que por um lado apontam para questões limitadoras do mesmo, mas por outro indicam potencialidades que esta experiência pode trazer para o processo formativo do aluno. Para realizar nossa análise consideraremos tanto o próprio percurso da Sociologia no currículo escolar, campo este de investigação ainda incipiente, quanto o debate em torno da formação docente em ciências sociais. Por fim, indicamos os ganhos significativos que podem ser oriundos do desenvolvimento da prática de ensino no campo das Ciências Sociais.

Biografia do Autor

Amurabi Oliveira, Universidade Federal de Santa Catarina

Licenciado e Mestre em Ciências Sociais (UFCG), Doutor em Sociologia (UFPE). Atualmente é professor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e colaborador do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Alagoas (UFAL).

Downloads

Publicado

2014-12-18

Como Citar

OLIVEIRA, A. Desafios e Singularidades do Estágio Supervisionado na Formação de Professores de Ciências Sociais. Educação: Teoria e Prática, [S. l.], v. 24, n. 47, p. 195–216, 2014. DOI: 10.18675/1981-8106.vol24.n47.p195-216. Disponível em: https://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/educacao/article/view/7195. Acesso em: 24 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos