Imaginário, Cultura Global e violência escolar

  • Joyce Mary Adam de Paula e Silva UNESP - Campus de Rio Claro - IB - Departamento de Educação
  • Leila Maria Ferreira Salles UNESP - Campus de Rio Claro - IB - Departamento de Educação
Palavras-chave: Imaginário. Cultura global. Violência escolar.

Resumo

Neste artigo discutimos a questão da violência escolar à luz do referencial teórico do imaginário. A questão do imaginário a respeito da instituição escolar é analisada face a algumas características da sociedade atual apontadas por diferentes autores tais como Sennett, (2006), Taylor(2006), Baumann ( 2005). São apresentados alguns dados da pesquisa realizada com os professores de duas do interior do Estado de São Paulo, dando-se destaque para o imaginário sobre a escola e as relações que se estabelecem nesse contexto. Esta pesquisa teve como metodologia de coleta de dados a realização de uma dinâmica de grupo. Concluímos chamando a atenção para a importância de que os estudos sobre violência escolar busquem elucidar os diferentes aspectos institucionais focando não somente os alunos e a família dos mesmos, mas as interações que se processam no interior da escola. A análise institucional que enfoque os aspectos micro e macro social pode contribuir para que a escola consiga enfrentar os problemas em uma perspectiva mais realista, buscando caminhos no próprio grupo em interação explicitando barreiras que são interpostas pelo imaginário institucional.
Seção
Dossiê