POLÍTICAS SOCIAIS EM TEMPOS (NEO)LIBERAIS: UM ENSAIO CRÍTICO

Autores

  • Viviana Camargo Brandt Universidade Estadual Paulista – Rio Claro – São Paulo
  • Leila Maria Ferreira Salles Universidade Estadual Paulista – Rio Claro – São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.18675/1981-8106.vol28.n59.p583-601

Palavras-chave:

Direitos sociais, Políticas públicas, Liberalismo.

Resumo

O Brasil vivia um processo de redemocratização quando aprovou a Constituição Federal de 1988, a qual garante direitos sociais a toda a população e inicia o debate acerca das políticas públicas. Desde então, assistimos a inúmeros avanços e retrocessos dessas políticas. Uma das causas possíveis desses retrocessos é a convivência da ideologia democrática, que desenha a Constituição, com uma ideologia neoliberal, que defende a privatização de direitos sociais pela crença na soberania da liberdade individual. A fim de problematizar essa questão, foi elaborado este ensaio crítico com base em revisão de literatura, no qual apresentam-se alguns ideais democráticos pressupostos na legislação nacional, alguns conceitos fundamentais do neoliberalismo e uma discussão sobre a coexistência dessas duas ideologias opostas. Uma das maiores preocupações levantadas diz respeito ao risco da insegurança, da precariedade da vida e da ameaça de morte para muitas pessoas como resultado das privatizações defendidas pelos neoliberais. Porém, conclui-se que as forças de resistências têm o poder de impedir a vitória do discurso hegemônico, sendo necessárias mudanças sociais, culturais e políticas. Palavras-chave: Direitos Sociais. Mudança Estrutural. Liberalismo.

Publicado

2018-12-14

Como Citar

BRANDT, V. C.; SALLES, L. M. F. POLÍTICAS SOCIAIS EM TEMPOS (NEO)LIBERAIS: UM ENSAIO CRÍTICO. Educação: Teoria e Prática, [S. l.], v. 28, n. 59, p. 583–601, 2018. DOI: 10.18675/1981-8106.vol28.n59.p583-601. Disponível em: https://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/educacao/article/view/12265. Acesso em: 24 maio. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)