A Inserção da História e Cultura Afro-Brasileiras no Cotidiano Escolar: um estudo de caso

Autores

  • Davi Silvestre Fernandes Martins
  • Leila Maria Ferreira Salles UNESP

DOI:

https://doi.org/10.18675/1981-8106.vol24.n47.p118-136

Palavras-chave:

escola, relações étnico-raciais, cotidiano escolar, lei 10.639.

Resumo

A presente pesquisa investiga as implicações da obrigatoriedade do estudo da temática História e Cultura Afro-Brasileiras no cotidiano escolar. Procura-se analisar em que medida a promulgação de uma legislação especifica pode modificar relações estabelecidas na escola. Os dados desta pesquisa, delineada como um estudo de caso, foram coletados através de questionários, entrevistas, observação, análise de documentos e grupos focais. A análise indicou que os preconceitos e relações preconceituosas existem e determinam relações conflituosas frente às quais, em geral, os educadores tendem a se omitir. A análise revelou ainda que o cotidiano escolar é permeado por relações de conflito étnico-raciais que adentram o espaço escolar evidenciando que relações de poder que se manifestam por meio de preconceitos e discriminações étnico-raciais estão presentes no cotidiano das escolas. O estudo, entretanto, apontou que a atuação da escola pode contribuir para mudar a forma de pensar e de agir dos alunos colaborando assim para a mudança da realidade social e das relações estabelecidas no cotidiano escolar.

Biografia do Autor

Davi Silvestre Fernandes Martins

Mestre em Educação

Downloads

Arquivos adicionais

Publicado

2014-12-18

Como Citar

MARTINS, D. S. F.; SALLES, L. M. F. A Inserção da História e Cultura Afro-Brasileiras no Cotidiano Escolar: um estudo de caso. Educação: Teoria e Prática, [S. l.], v. 24, n. 47, p. 118–136, 2014. DOI: 10.18675/1981-8106.vol24.n47.p118-136. Disponível em: https://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/educacao/article/view/6379. Acesso em: 23 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)