A dobra do espaço em Medo da eternidade (1970), de Clarice Lispector: do banal ao sagrado

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18675/1981-8106.v33.n.66.s17932

Palavras-chave:

Crônica. Experiência. Geografia. Leitura de Mundo. Narrativa.

Resumo

Nesta escrita, buscamos compreender, em Medo da eternidade, crônica de Clarice Lispector publicada em 1970, a geografia estabelecida pela personagem central na relação consigo própria a partir de uma divagação no percurso até a escola, quando algo lhe atravessa: o medo da eternidade. Nesse itinerário, sob uma leitura do espaço percorrido pela personagem em uma cena aparentemente pouco geográfica, uma relação possível com o espaço geográfico se estabelece ao reorganizar o conceito para além da materialidade, tocado pelas linhas de fuga do pensamento da personagem. Com base em nossa experiência de leitura de fruição, pela leitura de mundo de Carlo Ginzburg com seu paradigma indiciário, que nos orienta para a busca pelos indícios na cena narrada, e também pela perspectiva de experiência em Walter Benjamin, que nos convida à atenção ao que nos toca, passa-nos e nos modifica, entendemos a crônica como uma dobra do espaço para além do material que se transforma em criação, reorganiza o banal e escapa para a vida infinita. Clarice nos oferece uma possibilidade de leitura de mundo a partir de uma noção geográfica abundante, na qual a experiência daquilo que nos transforma importa mais que a dureza da eternidade do conhecido e que indaga: que espaço é este que vivemos?

Referências

ARAÚJO, R. C. C. de. No meio da multidão: um diálogo entre Mário de Andrade e a Geografia. 1992. 150 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade de São Paulo, São Paulo, 1992. Disponível em: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8136/tde-06122022-182835/pt-br.php. Acesso em: 16 ago. 2023.

BARTHES, R. Aula. Tradução de Leyla Perrone-Moisés. 11. ed. São Paulo: Cultrix, 2010.

BASTOS, A. R. V. R. A Geografia e os romances nordestinos da década de 1930 a 1940: uma contribuição ao ensino. 1993. 218 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade de São Paulo, São Paulo, 1993. Disponível em: https://repositorio.usp.br/item/000738542. Acesso em: 16 ago. 2023.

BENJAMIN, W. O narrador. Considerações sobre a obra de Nikolai Leskov. In: BENJAMIN, Wr. Magia e técnica, arte e política. Ensaios sobre literatura e história da cultura. Col. Obras escolhidas. Tradução de Sérgio Paulo Rouanet. São Paulo: Brasiliense, p. 197-221, 1996. Disponível em: https://psicanalisepolitica.files.wordpress.com/2014/10/obras-escolhidas-vol-1-magia-e-tc3a9cnica-arte-e-polc3adtica.pdf. Acesso em: 14 jul. 2022.

CASTRO, F. R. Tempo e espaço: um estudo sobre alguns contos de Clarice Lispector. 2014. 80 f. Dissertação (Mestrado em Estudos Literários) - Universidade Federal de Rondônia, Porto Velho, 2014. Disponível em: https://www.ri.unir.br/jspui/handle/123456789/1336. Acesso em: 16 ago. 2023.

DARDEL, E. O Homem e a Terra. Natureza da realidade geográfica. Tradução de Werther Holzer. São Paulo: Perspectiva, 2011, 159p.

FARIA, Â. C. S. Homens e Caranguejos: uma trama interdisciplinar. A literatura topofílica e telúrica. 2008. Dissertação (Mestrado em Letras) - Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora, Juiz de Fora, 2008.

FERRAZ, C. B. O. O discurso geográfico: a obra de Delgado de Carvalho no contexto da geografia brasileira - 1913-1942. 1995. 164 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade de São Paulo, São Paulo, 1995. Disponível em: https://repositorio.usp.br/item/000742585. Acesso em: 16 ago. 2023.

FERREIRA, N. S. de A. As pesquisas denominadas “estado do arte”. Educ. Soc., ano XXIII, n. 79. Campinas: CEDES/UNICAMP, p. 257-272, ago. 2002. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0101-73302002000300013. Acesso em: 17 ago. 2023.

FONTANA, C. Uma cartografia da fome no Brasil: um estudo da geografia da fome (1946), de Josué de Castro, e dos dados de insegurança alimentar da PNAD (2004). 2009. 150 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Federal do Rio Grande, Rio Grande, 2009. Disponível em: https://repositorio.furg.br/handle/1/2215. Acesso em: 16 ago. 2023.

GINZBURG, C. Sinais: raízes de um paradigma indiciário. In: GINZBURG, C. Mitos, emblemas, sinais - morfologia e história. Tradução de Federico Carotti. São Paulo: Companhia das Letras, 1999, p. 143-179.

HOLZER, W. Uma discussão fenomenológica sobre os conceitos de paisagem e lugar, território e meio ambiente. Território, ano II, n. 3, p. 77-85, jul./dez. 1997. Disponível em: https://sites.google.com/site/flamariongeografia/disciplinasgraducao/geografia-cultural. Acesso em: 14 jul. 2022.

LISPECTOR. C. Medo da eternidade. Jornal do Brasil, edição de 6 de junho de 1970. Disponível em: https://cronicabrasileira.org.br/cronicas/5889/medo-da-eternidade. Acesso em: 14 jul. 2022.

MONTEIRO, C. A. de F. O mapa e a trama: ensaios sobre o conteúdo geográfico em criações romanescas. Florianópolis: Editora da UFSC, 2002.

PETIT, M. Os jovens e a leitura: uma nova perspectiva. São Paulo: Editora 34, 2008.

ROMANOWSKI, J. P.; ENS, R. T. As pesquisas denominadas do tipo "estado da arte" em educação. Diálogo Educ., v. 6, n. 19. Curitiba: PUC-PR, p. 37-50, set./dez. 2006. Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/1891/189116275004.pdf. Acesso em: 17 ago. 2023.

SANTOS, E. B. dos. Campaniça e Aldeia Nova: um retrato da paisagem alentejana à luz da geografia cultural e do neo-realismo. 2008. 100 f. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2008. Disponível em: http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=113684. Acesso em: 16 ago. 2023.

TUAN, Y.-F. Espaço e lugar. A perspectiva da experiência. Tradução de Lívia de Oliveira. São Paulo: Difel, 1983, 250p.

WINK, G. Espaços ficcionalizados em Desterro, de Luis S. Krausz: um ensaio em geografia literária. Estudos de literatura brasileira contemporânea, n. 45. Brasília, jan./jun. 2015. Disponível em: https://doi.org/10.1590/2316-4018453. Acesso em: 14 jul. 2022.

ZILBERMAN, R. O papel da literatura na escola. Via Atlântica, n. 14, p. 11-22, 2008. Disponível em: https://doi.org/10.11606/va.v0i14.50376. Acesso em: 14 jul. 2022.

Bibliografia consultada

FERREIRA, S. T. de L. A percepção geográfica da paisagem dos gerais no "Grande Sertão: Veredas". 1990. 201 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 1990. Disponível em: https://unesp.primo.exlibrisgroup.com. Acesso em: 17 ago. 2023.

GRACIOLI, F. R. A identidade nacional e a formação do espaço-nação na experiência literária da Geografia de Dona Benta, de Monteiro Lobato. 2013. 116 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2013. Disponível em: http://hdl.handle.net/11449/90134. Acesso em: 17 ago. 2023.

GRACIOLI, F. R. Língua, literatura e geografia. Uma experiência de leitura da Geografia de Dona Benta de Monteiro Lobato e o Le tour de la France par deux enfants de G. Bruno. 2018. 188 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2018. Disponível em: http://hdl.handle.net/11449/155981. Acesso em: 17 ago. 2023.

HAIDUKE, A. A. Chão partido: conceitos de espaço nos romances O quinze de Rachel Queiroz e A bagaceira de José Américo de Almeida. 2008. 119 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2008. Disponível em: https://hdl.handle.net/1884/16258. Acesso em: 17 ago. 2023.

SILVA, A. C. O espaço carioca no olhar de Lima Barreto: um estudo da interação Literatura-Geografia. 2005. 166 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2005.

SILVA, A. C. O Rio de Janeiro em Dom Casmurro: literatura como representação do espaço. 2012. 183 f. Tese (Doutorado em Geografia) - Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2012.

Downloads

Publicado

2023-11-01

Como Citar

GRACIOLI, F. R. A dobra do espaço em Medo da eternidade (1970), de Clarice Lispector: do banal ao sagrado. Educação: Teoria e Prática, [S. l.], v. 33, n. 66, p. e53[2023], 2023. DOI: 10.18675/1981-8106.v33.n.66.s17932. Disponível em: https://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/educacao/article/view/17932. Acesso em: 18 jul. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)