Relatório de Avaliação na Educação Infantil: um estudo sobre a linguagem argumentativa.

Autores

  • Cristina Aparecida Colasanto PUC - São Paulo

Palavras-chave:

processo de ensino-aprendizagem, relatório de avaliação, linguagem argumentativa.

Resumo

Este trabalho é um recorte da pesquisa desenvolvida para Mestrado, em que se procura analisar a linguagem argumentativa do relatório de avaliação, como forma de explicitar o processo de ensino-aprendizagem. A fundamentação teórica dessa análise tem como base o conceito bakhtiniano de linguagem (Bakthin/ Volochinov, 1929), o conceito de avaliação mediadora segundo a perspectiva sócio-histórica-cultural (Vygotsky, 1930, 1934) e o conceito de linguagem argumentativa (Carraher 1983, Koch 1984, Bronckart 1997, Liberali 2000). Por se tratar de uma pesquisa-ação, os relatórios de avaliação foram coletados em São Paulo, em uma escola municipal de Educação Infantil. Nos resultados dessa análise verificou-se o quanto a linguagem argumentativa favoreceu a reflexão do professor sobre sua prática, seu reconhecimento do processo de ensino-aprendizagem e a comunicação com os pais sobre o desenvolvimento escolar dos filhos.

Biografia do Autor

Cristina Aparecida Colasanto, PUC - São Paulo

Mestranda em Lingüística Aplicada e Estudos da Linguagem pela PUC - São Paulo e Professora Titular de Educação Infantil do Município de São Paulo

Downloads

Publicado

2007-09-27

Como Citar

COLASANTO, C. A. Relatório de Avaliação na Educação Infantil: um estudo sobre a linguagem argumentativa. Educação: Teoria e Prática, [S. l.], v. 15, n. 27, p. 153, 2007. Disponível em: https://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/educacao/article/view/701. Acesso em: 19 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos