Literatura Infantil: o trabalho com o processo de construção de valores morais, na educação infantil.

Autores

  • Áurea Maria de Oliveira UNESP - Campus de Rio Claro - IB - Departamento de Educação

Palavras-chave:

literatura infantil, desenvolvimento moral, diálogo, valores éticos-morais.

Resumo

O ato de contar histórias é uma das atividades pedagógicas que compõem as ações didáticas desenvolvidas junto à faixa etária pré-escolar. Partimos do principio de que a identificação, pelo educador, das cenas que podem desencadear uma discussão moral, assim como, a organização de uma ação pedagógica, por meio do julgamento das ações das personagens, propicia um ambiente adequado para o trabalho com o processo de formação da cidadania. Com esse intuito o presente artigo tem como objetivo discutir, a partir do referencial teórico piagetiano sobre o processo do desenvolvimento moral, a utilização de textos da Literatura Infantil enquanto meio para a organização de uma ação educativa com o processo de evolução da moralidade infantil. Selecionamos para a organização desse trabalho três momentos: a contextualização do referencial teórico; a apresentação de dois textos, nos quais o educador pode identificar, no enredo das histórias, cenas que são possíveis de desencadear uma discussão moral; a seleção de um texto da Literatura que foi submetido à criança com o intuito de demonstrar a intervenção do educador no processo de construção do dialogo, da argumentação e do confronto de pontos de vista divergentes, visando a coordenação de diferentes perspectivas.

Biografia do Autor

Áurea Maria de Oliveira, UNESP - Campus de Rio Claro - IB - Departamento de Educação

Departamento de Educação

Downloads

Publicado

2007-10-23

Como Citar

OLIVEIRA, Áurea M. de. Literatura Infantil: o trabalho com o processo de construção de valores morais, na educação infantil. Educação: Teoria e Prática, [S. l.], v. 16, n. 28, p. 101, 2007. Disponível em: https://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/educacao/article/view/765. Acesso em: 23 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos